Header Ads

Deputado Janduhy ameaça deixar o Podemos caso Veneziano se filie à sigla

Parlamentar, presidente da sigla na Paraíba, diz que Podemos permanecerá na oposição ao Governo do Estado. Caso contrário, deixará o partido

Janduhy não aceita ingresso de Vené (Imagem: Da Net)
O deputado estadual Janduhy Carneiro, que atualmente é o presidente do “Podemos”, antigo PTN, na Paraíba, admitiu, em entrevista nesta terça-feira (02), a possibilidade de deixar os quadros do partido, e também o comando da legenda, caso o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) ingresse na agremiação.

Segundo Carneiro, ele soube, através de conversas de bastidores, que há uma articulação, que tem o apoio do governador Ricardo Coutinho, para que o ex-cabeludo se filie à legenda e emplaque a direção do partido para levar o “Podemos” aos braços do Governo do Estado. Como está na oposição ao Governo, Carneiro adiantou que não irá mudar de posição, por isso, caso haja mudança de posicionamento, ele optará por deixar a sigla para ingressar em um partido que se mantenha na oposição.

O parlamentar deixou claro que não tem apego a cargo nenhum, e que só ficará no “Podemos” caso ele permaneça como partido de oposição.

“Primeiro quero dizer a todos os senhores que não tenho apego a cargo, a direção de partido. Eu, quando estava no PPS, eu sequer tive interesse de disputar presidência de partido, nunca tive interesse. No PTN assumi a presidência porque recebi um convite da executiva nacional e nesse momento perguntei se teria autonomia. Agora as informações que tenho é que deputados poderiam vim do PMDB par ao Podemos. Quem sou eu para barrar alguém diante dos poderosos. Eu estou preparado para todas as adversidades. Essa semana teremos um desfecho. Vi algumas informações com relação a essa articulação, dizendo que Veneziano só viria para a sigla no mês de abril e nós não podemos aguardar tanto tempo. Não adianta organizar toda a legenda para passar o comando adiante com outro posicionamento. Por isso avento, inclusive, a possibilidade de deixar a sigla caso essa situação venha se concretizar”, disse.

Carneiro deixou claro que não tem nada contra a pessoa de Veneziano, mas ressaltou que tem um posicionamento político divergente do dele. “Ele é do bloco do governo, já eu tenho meu posicionamento definido na oposição. Ninguém me compra e, por não comungar com esse tipo de proposta, tenho uma linha de independência. Estou preparado para qualquer tentativa de tomada da presidência da sigla. tenho que continuar me conduzindo com o povo da Paraíba. Podem tomar o partido, mas não irei me curvar”, arrematou.

PB Agora com Fato a Fato

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.