Header Ads

Libanês suspeito de integrar a facção PCC é preso em Campina Grande

Ele e dois cúmplices brasileiros seriam responsáveis pelo tráfico em alguns bairros. Quinze quilos de maconha foram apreendidos

Material apreendido com o acusado (Foto: Da Net)
Um libanês suspeito de ter ligação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi preso, na noite dessa terça-feira (9), em Campina Grande. Dois cúmplices dele, brasileiros, também foram detidos. Junto com o trio, a polícia apreendeu 15 quilos de maconha.

De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), um dos brasileiros foi localizado após denúncias anônimas que o apontaram como responsável pela distribuição de drogas em vários bairros da cidade.

A partir da prisão dele, a polícia chegou ao outro brasileiro, que já cumpriu pena por homicídio em Pernambuco, e ao libanês. As buscas foram feitas em casas nos bairros Santa Rosa e Palmeira. Com o libanês, os policiais encontraram fotografias dele segurando um lança míssil e o estatuto do PCC.

Os três presos foram levados para a Central de Polícia Civil.

Do Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.