Header Ads

No Maracanã, Flamengo bate a Católica e reassume ponta de grupo na Libertadores

Para garantir a vaga na próxima fase, o Flamengo precisa apenas de um empate contra o San Lorenzo

Guerrero marcou um dos gols da vitória do Fla (Imagem: O Dia)
O roteiro da Libertadores de 2017 se repetiu. Em dia de Maracanã cheio, o Flamengo venceu novamente. A equipe carioca derrotou a Universidad Católica por 3 a 1 na quinta rodada e reassumiu a liderança do seu grupo na competição internacional.

Os gols do Flamengo foram marcados por Rodinei, Guerrero e Trauco. Santiago Silva diminuiu para os chilenos. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos nove pontos, a equipe da Católica permaneceu com cinco pontos.

O Rubro-Negro volta aos gramados no próximo dia 17 contra o San Lorenzo, em Buenos Aires. Para se classificar, sem precisar de uma combinação de resultados, a equipe carioca pode até empatar. A Católica encara no mesmo dia o Atlético-PR, em casa.

O JOGO

O primeiro tempo entre Flamengo e Universidad Católica teve os donos da casa propondo o jogo e os chilenos tentando se segurar e sendo perigosos nos contra-ataques. O meio-campo do Rubro-Negro e a defesa acabaram não tendo uma atuação tão boa defensivamente e a equipe chilena chegou com perigo. Novamente inspirado, Guerrero criou as melhores chances para os donos da casa.

Apesar da maior posse de bola do Flamengo, a melhor chance da primeira etapa foi da Católica. Fuenzalida recebeu belo passe de Maripán, o jogador ficou cara a cara com Muralha, escolheu o canto, mas acabou finalizando para fora.

O Rubro-Negro teve uma boa oportunidade com Guerrero também. Willian Arão deixou o peruano em boas condições, mas o atacante finalizou em cima do goleiro Toselli. Foi a melhor oportunidade que os cariocas tiveram antes do intervalo.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com uma mudança. Rodinei entrou na vaga de Mancuello. E no primeiro lance do lateral na partida, brilhou a estrela do treinador Zé Ricardo. Guerrero cobrou falta na barreira, a bola sobrou para Rodinei que acertou um belo chute no ângulo de Toselli.

O gol animou a equipe da casa que teve mais duas boas oportunidades. Uma com Willian Arão, que recebeu pela direita e finalizou muito perto do gol dos chilenos. Depois, Guerrero recebeu dentro da área de Everton e finalizou para fora, perdendo outra chance clara de gol.

Só que a equipe chilena era perigosa e conseguiu o empate. Aos 22 minutos, Fuenzalida foi no fundo e cruzou, Santiago Silva antecipou Réver e cabeceou para o fundo das redes do Flamengo, deixando tudo igual no Maracanã. 

A partida começava a ter contornos dramáticos para o Flamengo. Porém, finalmente chegou a hora dele. Guerrero recebeu de Rodinei, girou para cima da marcação da Universidad Católica e finalizou para o fundo das redes da equipe chilena.

Ainda houve tempo para mais um. Trauco dividiu com a zaga chilena, ganhou a bola e finalizou para o fundo das redes, dando números finais a partida no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3 X 1 UNIVERSIDAD CATÓLICA

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Victor Carrillo (Peru)
Auxiliares: Raul Cruz (Peru) e Victor Raez (Peru)
Cartões amarelos: Pará, Réver (FLA); Maripán, Espinoza e Espinosa (UNC)
Público e renda: 61.363 presentes / 54.555 pagantes / R$ 3.314.405,00
Gols: Rodinei, 5'/2°T (1-0); Santiago Silva, 22'/2°T (1-1); Guerrero, 28'/2°T (2-1); Trauco, 41'/2°T (3-1)

Flamengo: Muralha, Pará, Réver, Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Arão e Mancuello (Rodinei, intervalo); Gabriel (Renê, 29'/2°T), Éverton (Cuéllar, 42'/2°T) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Universidad Católica: Toselli, Espinoza, Álvarez (Magnasco, 26'/2°T), Maripán e Parot; Kalinski (Gutierrez, 34'/2°T), Fuentes (Espinosa, 7'/2°T) e Buonanotte; Fuenzalida, Noir e Santiago Silva. Técnico: Mario Salas

De O Dia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.