Header Ads

NA CM DE GBA! Oposição aprova crédito suplementar de 30% para a LDO; prefeito queria 50%

Emenda foi proposta pelo vereador Renato Meireles, e reduz de 50% para 30% o limite de uma despesa sem a necessidade de autorização da Câmara

Vereadores da oposição de GBA (Imagem: Da Net)
Os vereadores de oposição ao prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), aprovaram nessa quinta-feira (8), em sessão na Câmara Municipal, a Proposta de Emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que reduz os limites para a abertura de crédito suplementar.

O texto reduz de 50% para 30% o limite do governo municipal para reforçar, por decreto, o valor de uma despesa (subtítulo, no jargão orçamentário) prevista no orçamento de 2018, sem a necessidade de autorização da Câmara de vereadores.

A mudança foi proposta pelo vereador Renato Meireles (PSB), sob o argumento de que o percentual enviado pelo prefeito a Câmara é muito alto, tirando de certa forma a competência da Casa Osório de Aquino em aprovar ou não.

“O prefeito quer que além dos 100% que ele prevê que vai gastar, a Câmara já dê antecipadamente uma autorização de mais 50%, para caso haja receita, ele gaste naquilo que ele bem entender. É como se os vereadores aprovando isso, desse a ele um cheque no escuro, em branco. 50% a mais do orçamento que ele está propondo”, argumentou o líder da bancada Girassóis.

Os vereadores que votaram contra a suplementação de 50% enviada pelo prefeito foram: Zé Ismai, Saulo de Biu, Renato Meireles, Michele Paulino, Michel do Empenho, Marcelo Bandeira, Jáder Filho e Wilsinho.

Do Portal25Horas com Fato a Fato

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.