Header Ads

Raniery ignora choro de Cássio por derrota em 2014 sem o PMDB

Segundo o peemedebista, sua concepção é de que todas as alianças devem seguir conteúdos programáticos

Deputado Raniery Paulino (Foto: Wscom)
O deputado Raniery Paulino (PMDB) analisou, nesta terça-feira (13), às declarações do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que ontem admitiu ter errado em não se aliar ao PMDB nas eleições estaduais de 2014. Segundo Cássio, o erro de estratégia pode ter lhe custado a vitória no pleito.

Indagado sobre a colocação de Cássio, Raniery disse que prefere não analisar alianças de isolado, com benefícios pessoais para A ou B.

Segundo o peemedebista, sua concepção é de que todas as alianças devem seguir conteúdos programáticos e atender aos anseios de toda a coletividade e não individuais. 

O deputado disse ainda entender que a aliança nacional entre o PMDB e o PSDB não deve servir de indexador para os entendimentos estaduais. 

“Eu acho que essa questão [da aliança nacional entre PMDB e PSDB] não tem que indexar às alianças estaduais, como não indexou às alianças municipais. Eu tenho defendido que as alianças político-partidárias se façam de forma programada. O meu programa, o que eu defendo, a minha bandeira na Assembleia tem que ser recepcionada por aqueles que eu vou fazer aliança. Da mesma forma que eu tenho que absorver o que está sendo posto. O que por ventura a gente não tiver de pontos de convergência, temos que discutir essa relação o que não é pode é apenas ser uma relação indexada”, comentou.

Da Redação do Wscom

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.