Header Ads

Reitora lidera reunião com Procuradoria, CCTA e Prefeitura por Memorial Sivuca

A reunião para discutir, adequar e implementar o Memorial foi mais uma articulação do empresário e multimídia Walter Santos

Reitora da UFPB com os agentes culturais para criar o Memorial Sivuca (Imagem: Wscom)
A Reitora da Universidade Federal da Paraíba, professora Margareth Diniz, reuniu ontem em seu gabinete o Procurador Federal Carlos Mangueira, o diretor do CCTA, professor David Fernandes, o prefeito João Marcelo e a consultora Ana Helena Curti, além da cantora, compositora e escritora Glorinha Gadelha para desobstruir pendências visando deflagrar o processo de instalação do Memorial Sivuca no prédio inacabado ao lado da Reitoria.

Na reunião, foram avaliados e encaminhados procedimentos legais com amparo das normas vigentes para que o CCTA - Centro mais vinculado às temáticas de arte, cultura e educação presentes no Memorial - atue concomitantemente alinhado com a Prefeitura da UFPB visando gerar novas fases processuais.

Segundo a Reitora, "é chegada a hora de tomada de decisões e encaminhamento imediato dentro da lei para que possamos identificar e resolver as formas para o prédio abrigar o Memorial Sivuca - referência nacional e internacional a serviço da UFPB".

OPINIÃO COM RESPEITO À LEI

Já o Procurador da UFPB, Carlos Mangueira, explicou que há necessidade de se resolver a ocupação do prédio ao lado da Reitoria exigindo adequação de engenharia e conteúdo seguindo as exigências da Lei, razão pela qual considerou o Memorial Sivuca adequado para futura implementação.

O diretor do CCTA, professor David Fernandes, disse que está empenhado no processo, portanto agirá com rapidez para dar encaminhamento ao Memorial. "Conheço este projeto há anos e assim vamos agir para ocupar as instalações do Memorial Sivuca com seu acervo mas abrigando diversas outras atividades da UFPb, inclusive nossa base musical de elevado nível internacional".

O professor João Marcelo, prefeito da universidade, garantiu celeridade para as diversas fases do projeto tanto de adequação quanto de execução futura da obra em si.

A consultora Ana Helena Curti, da Art3, responsável por grandes equipamentos e projetos nacionais, como o Museu de Língua Portuguesa, afirmou que a UFPB age de forma acertada ao dar abrigo no prédio ao Memorial Sivuca.

A viúva do músico internacional Sivuca garantiu total apoio na cessão no acervo do seu companheiro e se disse satisfeita com a dedicação da Reitora Margareth Diniz de implementar o Memorial.

A reunião para discutir, adequar e implementar o Memorial foi mais uma articulação do empresário e multimídia Walter Santos, representante e responsável pela parte de Glorinha Gadelha para a efetivação deste grande projeto em nome da memória de Sivuca, também Doutor Honoris Causa da UFPB.

Por Walter Santos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.