Header Ads

Temer será denunciado pela mala da propina e pode pegar até 12 anos

Para Janot, há elementos suficientes para demonstrar que a propina, que seria paga semanalmente, durante 24 anos, tinha aval de Temer

Temer enfrente complicações (Foto: Da Net)
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já tem elementos para fechar a primeira denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva, segundo informam os jornalistas Reynaldo Turollo Júnior e Leandro Colon.

Temer será relacionado à mala com R$ 500 mil em propina, entregue pela JBS a seu ex-assessor especial Rodrigo Rocha Loures, que está preso na Papuda.

"Na avaliação de investigadores, não é preciso comprovar que Temer recebeu o dinheiro da mala, mas que teve atuação na operação para o seu recebimento por Loures", diz a reportagem. "O enredo traçado pela Procuradoria inclui a intermediação de Loures no agendamento do encontro entre Temer e o dono da JBS, Joesley Batista, a orientação do presidente para o empresário tratar com o ex-deputado, o diálogo do acerto da propina e o flagra da entrega da mala.

Para Janot, há elementos suficientes para demonstrar que a propina, que seria paga semanalmente, durante 24 anos, tinha aval de Temer.

Se condenado, ele pode pegar de dois a 12 anos de prisão.

Outras denúncias, por obstrução judicial e organização criminosa, também estão sendo preparadas.

A primeira denúncia deve sair até 19 de junho.

Do Brasil 247

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.