Header Ads

Camila rechaça versão de que ZT quis impedir ação do Governo do Estado em GBA

Deputada faz parte da base de oposição ao Governo do Estado na Assembleia Legislativa da Paraíba

Deputada Camila Toscano foi entrevistada pela jornalista Michele Marques (Foto: Portal Mídia)
A polêmica envolvendo o governo do estado e o prefeito de Guarabira, Agreste paraibano, Zenóbio Toscano, nesse final de semana, esquentou ainda mais depois das declarações da deputada estadual Camila Toscano (PSDB). Ela desmentiu categoricamente as afirmações feitas pela mídia do governo, e do secretário de Segurança e Defesa Social, Claudio Lima.

Segundo Claudio Lima, ZT não autorizou a instalação de uma antena que irá viabilizar a novo sistema de radiocomunicação das policias. De acordo com o secretário, uma equipe se deslocou até a cidade e não conseguiu ao menos ser recebida pelo prefeito Zenóbio Toscano (PSDB). O terreno, onde seria instalado o equipamento, foi doado pela Igreja Católica ao Governo do Estado.

Outra versão

De acordo com a deputada Camila Toscano, filha de Zenóbio, o terreno pertence a prefeitura e o prefeito não recebeu nenhum pedido de cessão do terreno. Essas declarações foram feitas durante entrevista na TV Portalmidia nesta sexta-feira (14).

“Aqui não é quintal dele, Guarabira tem lei, Guarabira tem ordem”, disparou Camila ao justificar a atitude do prefeito Zenóbio de não permitir a instalação das antenas em uma área de preservação e ainda mais em um terreno que é da prefeitura e não recebeu solicitação para autorizar a devida instalação.

Do ExpressoPB com Portal Mídia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.