Header Ads

Juiz decreta prisão preventiva de Berg Lima que é afastado da prefeitura

Berg permanecerá afastado do cargo e foi levado ao Centro de Ensino da Polícia Militar, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, onde permanecerá preso

Prefeito Berg Lima na Delegacia de Polícia (Foto: Da Net)
O juiz Aluizio Bezerra decretou na noite desta quarta-feira, 5, a prisão preventiva do prefeito de Bayeux, Berg Lima, preso em flagrante à tarde em uma churrascaria recebendo propina de um fornecedor do Município. O magistrado coordenou a audiência de custódia do caso, realizada à noite no Tribunal de Justiça da Paraíba, e também determinou que sejam cumpridos mandados de busca e apreensão nesta quinta de manhã tanto na prefeitura de Bayeux quanto na residência do gestor.

Berg permanecerá afastado do cargo e foi levado ao Centro de Ensino da Polícia Militar, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, onde permanecerá preso. Quem passa a responder pela prefeitura é o vice, Luiz Antônio, do PSDB.

Em maio, um empresário que fornecia produtos à prefeitura havia denunciado o prefeito por tentativa de extorsão. Na tarde de hoje, quando Berg foi ao estabelecimento de propriedade do denunciante para supostamente receber o pagamento pela propina cobrada, ele foi filmado e supreendido pelos policiais civis quando saía da sala do fornecedor portando um envelope com cerca de R$ 4 mil.

A investigação contra o jovem gestor já estava ocorrendo há cerca de 40 dias desde que o empresário denunciou o caso ao Ministério Público, alegando que uma tinha um pagamento a receber desde a gestão passada, mas o atua prefeito estaria condicionando a liberação da quantia ao pagamento de uma propina. A prisão em flagrante se deu em operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba e pela Polícia Civil.

Do ParlamentoPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.