Header Ads

Parlamentares vão ao STF contra trocas de deputados na CCJ da Câmara

Partidos da base governista fizeram substituições de deputados na comissão a fim de assegurar a rejeição do relatório que autoriza que presidente Michel Temer seja processado no Supremo

Lista de substituição é considerada escandalosa (Foto: Da Net)
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) anunciaram que ingressarão nesta terça-feira (11) no Supremo Tribunal Federal (STF) com um mandado de segurança para barrar as trocas de deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Partidos da base aliada do governo Michel Temer fizeram várias substituições de integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para tentar garantir que o relatório favorável ao prosseguimento da denúncia por corrupção passiva contra o presidente não seja aprovado.

Na terça-feira (11), o relator Sergio Zveiter (PMDB-RJ) recomendou o prosseguimento da denúncia contra o presidente.

Desde 26 de junho – dia em que o procurador-geral de República, Rodrigo Janot, apresentou a denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva –, partidos governistas fizeram 17 substituições de deputados titulares e suplentes da CCJ, segundo a assessoria da CCJ.

O presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), classificou as substituições como "um procedimento inadequado até sob o ponto de vista ético, questionável, e fere independência dos deputados".

As mudanças

Veja abaixo as alterações realizadas na CCJ da Câmara desde 26 de junho

26 de junho

1. Aureo (SD-RJ) entra como titular no lugar de Major Olimpio (SD-SP)
2. Major Olimpio passa a suplente na cadeira de Aureo

30 de junho

3. Carlos Marun (PMDB-MS) assume a vaga de suplente de Valtenir Pereira (PSB-MT)

5 de julho

4. Laércio Oliveira (SD-SE) entra na cadeira de titular de Aureo (SD-RJ)
5. Wladimir Costa é remanejado para a vaga de suplente de Laércio Oliveira

10 de julho

6. Carlos Marun (PMDB-MS) assume cadeira de titular de José Fogaça (PMDB-RS)
7. José Fogaça fica na vaga de suplente de Carlos Marun
8. Bilac Pinto (PR-MG) substitui vaga de titular de Delegado Waldir (PR-GO)
9. Laerte Bessa (PR-DF) passa a titular no lugar de Jorginho Mello (PR-SC)
10. Magda Mofatto (PR-GO) ocupa vaga de titular de Marcelo Delaroli (PR-RJ)
11. Milton Monti (PR-SP) entra na vaga de titular de Paulo Freire (PR-SP)
12. Jorginho Mello (PR-SC) assume vaga de suplente de Laerte Bessa (PR-DF)
13. Cleber Verde (PRB-MA) na cadeira de titular de João Campos (PRB-GO)
14. João Campos é deslocado para cadeira de suplente de Cleber Verde
15. Evandro Roman (PSD-PR) ocupa cadeira de titular de Expedito Netto (PSD-RO)
16. Nelson Marquezelli (PTB-SP) é nomeado para vaga de titular de Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP)
17. Arnaldo Faria de Sá é remanejado para vaga de suplente de Giovani Cherini (PR-RS)

Novas trocas

Nesta terça, há ainda mais uma substituição prevista: o deputado Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder do governo, disse que vai entrar no lugar de Lincoln Portela (PRB-MG).

As discussões do relatório começam na próxima sessão da comissão, na quarta-feira (12).

Do G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.