Header Ads

Segurança no Rio de Janeiro terá reforço de 10 mil homens das forças federais, diz Jungmann

Forças Armadas já atuam na Região Metropolitana do Rio. Plano anunciado por ministro envolve 8,5 mil militares, 620 agentes da Força Nacional, 380 da PRF, mais 740 policiais rodoviários federais locais.

Militares na Praia de Botafogo (Foto: Nicolás Satriano/G1)
Mais de 10 mil homens das forças federais vão reforçar a segurança no Rio de Janeiro, afirmou o ministro da Defesa, Raul Jungmann, em coletiva na tarde desta sexta-feira (28) na capital do estado.

O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), publicado no Diário Oficial da União desta sexta, vai permitir a mobilização de 8,5 mil homens das Forças Armadas, 620 da Força Nacional, 380 da PRF, mais 740 policiais rodoviários federais locais. Nesta sexta, tropas militares já atuavam nas ruas da Região Metropolitana do Rio.

O ministro da Defesa disse ainda que não descarta que as tropas façam patrulhamento nas ruas. Segundo ele, a inteligência vai dizer se isso é necessário. O chamado "cardápio de ações", segundo Jungmann, é toda e qualquer ação que seja necessária para "golpear e tirar a capacidade do crime organizado".

Jungmann também disse que o decreto permite ações em todo o estado do Rio – apesar do foco do plano de segurança ser a Região Metropolitana, eventualmente as operações poderão abranger outras áreas.

Pelo decreto, a operação vai até 31 de dezembro, devido a questões administrativas, mas Jungmann assegurou que a GLO será mantida até o fim de 2018. "O decreto fixa o prazo por exigência da lei orçamentária, mas as ações não serão interrompidas na virada de ano", afirmou o ministro.

Do G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.