Header Ads

Cássio admite possibilidade de ficar fora das Eleições de 2018

O tucano ressaltou que já conta, em seu currículo, com mais de 30 anos de vida pública

Senador Cássio (Foto: Da Net)
Não é apenas o governador Ricardo Coutinho (PSB) que pode ficar fora das eleições para a disputa pelo Senado Federal em 2018. Nesta sexta-feira (18), durante entrevista à Rádio Arapuan FM o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) admitiu que também poderá não disputar nenhum cargo, nem reeleição nem governo do Estado no próximo embate eleitoral. Ele disse que não tem obsessão para estar na disputa e que, se for para respaldar a união das oposições, pode sim não disputar nenhum cargo no próximo pleito.

“O meu projeto é disputar a reeleição para o Senado Federal, isso eu já deixei claro, naturalmente é uma decisão que caberá não apenas ao meu partido, mas aos partidos que estarão coligados na frente das oposições. Mas eu não tenho nenhuma obsessão no que diz respeito a disputar a reeleição para o Senado e posso não disputar nada para ajudar numa composição que, por ventura, seja necessária para somar forças políticas no estado”, disse.

O tucano ressaltou que já conta, em seu currículo, com mais de 30 anos de vida pública, exercendo mandatos, o que corrobora para uma folha de serviço prestado em prol, sobretudo, da população mais carente.

“Já tenho 30 anos de mandato, graças a Deus tenho uma folha de serviço prestado, desde meu primeiro mandato quando fui deputado constituinte e garanti o pagamento do salário mínimo aos aposentados rurais, a redução da idade para o segurado especial. Desde o meu primeiro mandato até agora quando conseguimos aprovar leis para que as pessoas com deficiência tenham acesso as universidades públicas. Tenho trabalhado pelos mais pobres e posso, eventualmente, não disputa uma eleição”, asseverou.

A decisão, no entanto, vai depender do colegiado. Cássio disse que não tomará nenhuma medica de cunho pessoal. “É uma decisão que será tomada mais adiante, uma decisão que será tomada de forma colegiada e tenho certeza que não tenho nenhuma fixação para disputar a eleição do ano que vem. Não é obsessão disputar mais uma eleição, até porque tenho orgulho do mandato que faço, que é respeitado pelo Brasil, tenho orgulho de representar a Paraíba”, arrematou.

Caso nenhum dos dois vá mesmo para o embate, a corrida para emplacar as vagas pode colocar de volta ao cenários Wilson Santiago (PTB) e Efraim Morais (DEM), além do deputado Luiz Couto, do PT, que corre por fora.

Do PB Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.