Header Ads

Ex-jogador Edílson 'Capetinha' é preso por não pagar pensão alimentícia

O ex-atacante, de 45 anos, está detido na Polinter (Polícia Interestadual), que fica no complexo do bairro dos Barris

Edilson já defendeu a seleção brasileira (Foto: O Dia)
O campeão mundial com a seleção brasileira em 2002, Edílson 'Capetinha' foi preso na tarde da última terça-feira, em Salvador, na Bahia. Segundo informações da Polícia Civil, a detenção ocorreu porque o ex-jogador não efetuou o pagamento de pensão alimentícia a um de seus filhos. O mandado de prisão foi expedido pela 2ª Vara da Família, em Brasília.

O ex-atacante, de 45 anos, está detido na Polinter (Polícia Interestadual), que fica no complexo do bairro dos Barris. Caso o pagamento da fiança, que não teve valor estipulado, não aconteça, o ex-jogador poderá permanecer preso por até 30 dias.

Esta é a terceira vez que Edílson é preso por conta de pensão alimentícia atrasada. A primeira vez foi em março de 2014, quando ele foi detido na Avenida Garibaldi, em Salvador. A segunda vez foi em julho de 2016, quando o ex-jogador foi preso em Brasília, quando a Justiça identificou um atraso de pelo menos R$ 430 mil em valores que ele deveria ter destinado ao filho.

CARREIRA

Edilson 'Capetinha' começou a carreira em 1987 no clube Industrial, um time do Espírito Santo. Ele também teve passagens pelo Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Bahia e Vitória. Pela seleção brasileira, o jogador foi pentacampeão na Copa do Mundo de 2002.

De O Dia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.