Header Ads

Remunerações de vices na PB vão de R$ 3,5 mil a R$ 16,7 mil; políticos de CG e JP são os que mais ganham

O Estado da Paraíba tem 223 cargos vices

Manoel Jr está vice-prefeito de JP (Foto: Da Net)
O vice-prefeito é o segundo na hierarquia do Executivo municipal. Caso o prefeito precise se ausentar por motivo de viagem, licença, ou tenha o mandato cassado, quem assume as funções do titular é o vice. Mas você sabe o quanto custa e qual atuação do seu vice-prefeito, o portal fez um levantamento dos custos dos mandatos do vice-prefeito de Campina Grande Enivaldo Ribeiro (PP) e do de João Pessoa Manoel Júnior (PMDB).

O Estado da Paraíba tem 223 cargos vices. Conforme levantamento feito no Sistema de acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE), os salários dos vice-prefeitos paraibanos variam de R$ 3,5 mil a R$ 16,7 mil.

Estão nesse patamar salarial a vice-prefeita de São José de Princesa, Marta Neft Ferreira, e o vice-prefeito de Santa Rita, Nildo Oliveira Pontes. Eles recebem, respectivamente, essas remunerações mensais, que representam o menor e o maior subsídio dos vices no Estado, e corresponde à metade daquilo que é pago aos titulares das prefeituras.

Os vice-prefeitos de, João Pessoa e Campina Grande, dizem que têm participação ativa nas administrações, e garantem que não esperam para atuar apenas em eventuais ausências dos titulares. Manoel Junior (PMDB) que recebe R$ 16,5 mil garantiu que não considera os vices figuras decorativas e sem funções. Disse que tudo depende da interação entre o titular e seu vice. “Fui prefeito três vezes e, em todas elas, os meus vices tinham funções que ajudavam a administração”, comentou Manoel, que não ocupa nenhum outro cargo na PMJP.

Já o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro (PP) que ganha R$ 15 mil, também defende a importância da atuação do vice para auxiliar na administração do prefeito. Segundo ele, o vice não pode esperar a ausência do titular para entrar em ação. “Tem que haver total interação entre os dois. O vice tem que ajudar na administração, participar cada vez mais da gestão, ser amigo do prefeito e ajudar nas decisões que são tomadas”, disse Enivaldo.

Do PB Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.