Header Ads

Adolescente grávida é agredida por namorado de 21 anos na PB, diz polícia

Principal suspeito do caso é companheiro que morava com a vítima em Itabaiana, no Agreste

Uma adolescente de 14 anos, que está grávida de cinco meses, foi espancada e mantida em cárcere privado na casa em que morava com o companheiro na cidade de Itabaiana, no Agreste paraibano. Segundo informações da Polícia Militar, o principal suspeito no caso é o próprio companheiro da adolescente, um jovem de 21 anos.
Adolescente era agredida pelo namorado (Imagem: Da Net)
O caso ocorreu no domingo (10), mas só foi registrado na polícia na segunda-feira (11), quando a mãe da adolescente fez a denúncia. O delegado de Itabaiana, Felipe Castelar, explicou que na denúncia, a mãe da adolescente relatou que a filha era mantida em cárcere privado e sofria agressões frequentes do companheiro.

“O companheiro agredia frequentemente, tanto que ela estava machucada no momento em que a encontramos. Ainda não verificamos a denúncia feita do cárcere privado pela mãe , mas é uma linha da investigação”, detalhou o delegado. A adolescente, segundo a mãe dela, fugiu de casa e morava com o companheiro há cerca de um ano.

A adolescente havia engravidado anteriormente, mas sofreu um aborto. A mãe, sem ser identificada, contou em entrevista à TV Cabo Branco que encontrou a filha deformada. “Quando abriu a porta, que ela veio se encontrar comigo, ela já veio toda deformada. Eu endoideci”, comentou. Na conversa, a mãe confessou que sabia que o companheiro da filha havia cometido agressões anteriormente.

A mãe do jovem namorado da adolescente e suspeito do caso ressaltou que deu conselhos para que ele se separasse, mas que não conseguiu impedir o relacionamento. 
“Eu disse ‘menino, deixa ela, vai viver tua vida. Depois começaram as brigas”, contou em entrevista à TV Cabo Branco.

A Polícia Civil intimou o jovem a comparecer à delegacia e prestar esclarecimentos sobre o caso. O Conselho Tutelar de Itabaiana informou que vai pedir medidas protetivas para a adolescente junto ao Ministério Público da Paraíba. Até o início da manhã desta quarta-feira (13), o jovem não havia sido localizado pela polícia.

Do G1 PB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.