Header Ads

Maranhão comemora aniversário com presenças de Cássio, Damião Feliciano e líderes do PMDB

Presente no jantar, o deputado estadual Raniery Paulino foi acompanhado por uma comitiva de Guarabira e região

Maranhão e lideranças políticas em Brasília (Foto: Da Net)
Com uma semana de atraso, o 84º aniversário do senador José Maranhão (PMDB) foi comemorado ontem, no restaurante Mangai, em Brasília. No cardápio, além de muitos risos e lembranças do homenageado, não faltou política. Prefeitos paraibanos, deputados e senadores também participaram do jantar.

Entre os convidados o senador Cásio Cunha Lima (PSDB), que fez questão de demonstrar que em se tratando das boas relações com os peemedebistas, a aliança das oposições na Paraíba continuará forte com vistas às eleições do próximo ano.

Em um momento de descontração nas conversas entre as duas maiores lideranças do PMDB e do PSDB no Estado, os boatos de que Maranhão e seus aliados estariam deixando a composição com os tucanos e outras lideranças que fazem oposição ao governo de Ricardo Coutinho (PSB). O comentário arrancou risos dos dois, que demonstram uma sintonia para construir uma frente forte para o próximo pleito.

Presente no jantar, o deputado estadual Raniery Paulino foi acompanhado por uma comitiva de Guarabira e região. De presente ao senador, levou uma camisa vermelha (cor do PMDB) com o número 15 no peito. Sinal de que a largada para uma pré-campanha acontecia na Capital federal.

Questionado por telefone sobre a presença em Brasília, no dia em que lançaram o nome de seu pai, o ex-governador Roberto Paulino, como vice numa chapa com João Azevedo (PSB), Raniery afirmou: “Estou fazendo campanha pra Zé Maranhão”. Apesar da divergência com o grupo Cunha Lima, o parlamentar de Guarabira demonstra que pela construção da candidatura majoritária do PMDB, tem boa vontade de deixar de lado as arestas políticas.

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP), estava na comemoração acompanhado da esposa, Paula Menezes. Da bancada federal paraibana estavam ainda os deputados Hugo Motta (PMDB) e Damião Feliciano (PDT), esposo da atual vice-governadora Lígia Feliciano.

A presença de Damião, além de ser uma cortesia, é sintomática, numa semana em que o governador Ricardo Coutinho afirmou que ainda não havia conversado com Lígia e Damião sobre as eleições de 2018. Pelo jeito, Maranhão tem conversado.

Com um currículo extenso, de mais de 63 anos na política, o senador Maranhão, além de ser uma liderança estadual de respeito, tem ainda uma forte aceitação como possível prá-candidato ao quarto mandato de governador. E, assim como das outras vezes, o pontapé veio em comemorações de seu aniversário.

Do Correio da Paraíba

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.