Header Ads

Vereador chama de "irresponsável" política adotada com o dinheiro do IAPM de GBA

Parlamentar também apresentou 8 pontos que o fizeram votar contra o reparcelamento da dívida do instituto

Renato Meireles (Foto: FatoaFato)
O vereador Renato Meireles (PSB), ao usar a tribuna da Câmara Municipal na sessão da última terça-feira, voltou a criticar a administração do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) e apresentou 8 pontos que o fizeram votar contra o reparcelamento, em 200 vezes, da dívida da atual gestão com o IAPM (Instituto de Assistência e Previdência do Município).

Meireles, que é líder da Ala Girassol de Guarabira na Casa Osório de Aquino, fez também uma espécie de "protesto respeitoso" aos vereadores que aprovaram a matéria, para ele considerada de imenso e real prejuízo aos aposentados municipais. Quando elencou as razões de seu voto contrário ao reparcelamento da dívida do IAPM, Renato chegou a citar o seguinte: "votei contra a política irresponsável praticada com o dinheiro do nosso IAPM".

Veja o que disse o vereador e os 8 pontos por ele apresentados

Na segunda votação da medida provisória 04/2017, onde mantive a minha posição, achei importante levantar os pontos para que o povo entenda o motivo do nosso voto contrário ao reparcelamento em 200 vezes da dívida da prefeitura de Guarabira com o IAPM:

1 –  Votei Contra Em respeito aos nossos aposentados e pensionistas;

2 – Votei Contra a política irresponsável que estão fazendo com o dinheiro do nosso IAPM;

3 – Votei Contra Por não saber qual foi o destino dos mais de R$ 5 milhões que a atual gestão não repassou para o nosso instituto;

4 – Votei Contra Por entender que cada prefeito tem que pagar pelo seu débito no tempo de seu mandato;

5 – Votei contra porque a partir do momento em que a prefeitura não faz o repasse patronal atinge diretamente o tesouro do IAPM, onde retira dinheiro do tesouro para completar a folha de pagamento;

6 – Votei contra ao reparcelamento da dívida com o IAPM por entender que 200 meses equivale a quase 17 anos ou seja mais quatro gestões irão responder por irresponsabilidade de gestores que não fizeram o repasse do dinheiro do IAPM;

7 – Votei contra porque o atual prefeito irá pagar apenas 20% dos R$ 5,4 milhões do débito adquiridos na sua gestão, deixando os 80% da dívida para gestores futuros.

8 - Votei Contra porque a dívida da atual administração com o IAPM eles parcelaram em 200 meses já a dívida do povo de Guarabira perante a prefeitura eles querem negativar no SPC & SERASA.

No momento da votação, Renato ficou de pé e votou contra a matéria (Foto: Assessoria)
Contraditório - Em razão das críticas de Renato Meireles, FatoaFato disponibiliza o email (jornalistaasantos@gmail.com) e o WhatsApp (99365-1823) do editor do site para, caso ache necessário, a assessoria da Prefeitura de Guarabira ou a direção do IAPM possa apresentar sua versão.  

Da Redação/FatoaFato

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.