Header Ads

Galdino diz que vice governadora pode não estar afinada com projeto de RC

No tocante às alianças para 2018, ele acredita que o PSB e o PMDB irão subir no mesmo palanque

Adriano Galdino (Foto: Da Net)
"Ética, equilibrada, correta e leal". Foi assim que o deputado estadual Adriano Galdino (PSB), definiu a vice governadora do Estado Lígia Feliciano (PDT), ao conceder, na tarde desta quinta-feira, 19,  entrevista à Rádio Campina FM.

O elogio, no entanto, foi precedido de uma declaração polêmica que pode causar estemecimento na relação política entre o PDT e o PSB na Paraíba.

Ao "escorregar" em uma das perguntas do entrevistador, Adriano Galdino colocou em dúvida, publicamente, o grau de confiabilidade que o governador tem com Lígia Feliciano.

Respondendo a um questionamento do porquê de Ricardo Coutinho estar resistindo em entregar o governo a esposa do deputado federal Damião Feliciano, Adriano disse texualmente, que acha que é porque o socialista não tem total confiança na vice governadora.

Ele acrescentou que mesmo fazendo parte da base governista, Lígia não estaria totalmente afinada com o projeto político de RC. Por esse motivo Ricardo tem apostado no secretário João Azevedo.

Sobre o futuro do governador, Adriano diise que defende que o socialista deixe o governo em 2018 para concorrer a uma vaga no Senado Federal. Segundo Adriano, Ricardo pode dá uma grande contribuição ao Brasil e ainda ajudar a Paraíba a continuar se desenvolvendo.

No tocante às alianças para 2018, ele acredita que o PSB e o PMDB irão subir no mesmo palanque, embora ache que o senador José Maranhão tenha bagagem política e histórica para defender a candidatura própria peemedebista.

Já sobre o deputado Veneziano Vital do Rêgo, Adriano disse que o futuro do parlamentar pode ser no PSB. E acrecentou que Veneziano tem amplas condiçôes de concorrer a qualquer cargo, inclusive, ao governo do Estado.

Do PB Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.