Header Ads

Na PB, Haddad nega ser plano B e defende fundo público partidário

O petista voltou a negar que as viagens que está realizando pelo país seja uma tentativa do PT

Fernando Haddad (Foto: Da Net)
O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), defendeu, durante passagem por João Pessoa nesta quinta-feira (05), a criação do fundo público para financiamento de campanha.

“O financiamento do empresário custa mais caro para o país, pode ter certeza. Muitas vezes, o financiamento privado abre as portas para corrupção”, declarou.

Eleições 2018

O petista voltou a negar que as viagens que está realizando pelo país seja uma tentativa do PT em lhe lançar como candidato à Presidência da República em 2018, caso o ex-presidente Lula (PT) não possa participar do pleito.

“Não vamos fazer isso, eu vou com Lula até o final. Quem não quiser votar, vota em outro. Eleição não é nomeação”, pontuou.

Governo Ricardo Coutinho 

Haddad elogiou a postura do governador Ricardo Coutinho (PSB), mas preferiu não fazer quaisquer julgamento sobre o mandato do socialista.

“Ricardo é um homem de bem. Tenho certeza que ele está fazendo o melhor que pode”, disse.

Gestão de Dória

Derrotado por João Dória (PSDB) em 2016, Fernando Haddad afirmou que chegou a apostar na gestão do tucano. Porém, hoje não enxerga com bons olhos o modo que ele vem administrando São Paulo.

“No começo eu gostei mais. Agora, estou achando que ele não para na cidade, está preocupado mais com a candidatura do que cumprir as promessas de campanha”, finalizou.

Wallison Bezerra com Albemar Santos – MaisPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.