Header Ads

Ricardo diz que Cartaxo quer criar cabo de guerra em João Pessoa

Ele foi enfático ao declarar que as obras de mobilidade na Capital paraibana, e também em Campina Grande, são obras do governo do Estado

Ricardo Coutinho (Foto: Da Net)
O governador Ricardo Coutinho disse nesta segunda-feira (16), durante visita as obras da avenida Perimetral Sul, que o prefeito Luciano Cartaxo está tentando criar um cabo de guerra em João Pessoa. Segundo o governador, a Prefeitura de João Pessoa precisa assumir os erros cometidos e "não ficar colocando por baixo do pano, dizendo que não há polêmica" em torno da obra.

"É claro que há e foi criada pela Prefeitura, numa atitude indesejável, numa atitude irresponsável, talvez para poder suprir aquilo que não faz e fica tentando estabelecer o contratidório, fica tentando estabelecer cabo de guerra nas relações aqui dentro da cidade", disse Ricardo.

Na ocasião o governador destacou a importância da obra para a Grande João Pessoa e, como tal, não pode ser motivo de disputa partidária. "É uma obra que interliga a BR-101 até a PB-008, cortando antes o Valentina Figueiredo, Costa e Silva, toda a região do Colunas do Sul, Muçumago, até chegar a PB-008. É uma via fundamental de escoamento em João Pessoa, na zona sul, e que, sinceramente, não pode ser um motivo de disputa partidária, mesquinha", frisou.

Ele foi enfático ao declarar que as obras de mobilidade na Capital paraibana, e também em Campina Grande, são obras do governo do Estado, citando apenas como exceção o "pontilhão" na Avenida Beira Rio, obra da PMJP, que, ressaltou, "já dura um período extravagante".

"Eu tenho consciência da importância do atual governo do Estado para João Pessoa e nós não vamos fugir um milímetro sequer das nossas responsabilidades, das nossas determinações, que é suprir, inclusive, o que o município não faz, que seria de responsabilidade deles", concluiu o governador.

Do ParlamentoPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.