Header Ads

Senador tucano se revolta e se licencia após Aécio ser salvo

Agora, ele se diz inconformado e anuncia uma decisão radical

Senador Ferraço (Foto: Da Net)
Ontem, após a votação no Senado que salvou Aécio Neves (PSDB-MG), o Senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) era favorável ao afastamento do correligionário disse: 'Vergonha de ser político'. Segundo a edição da revista Veja Online desta quarta-feira (18), Ricardo Ferraço enlouqueceu ao ver o plenário do Senado conceder a Aécio Neves o direito de retornar à Casa. 

Embora seja correligionário do mineiro, Ferraço, do PSDB do Espírito Santo, faltou à sessão de ontem e nunca escondeu que era favorável ao afastamento do colega. 
Agora, ele se diz inconformado e anuncia uma decisão radical. “Vou me licenciar do mandato. Estou com vergonha de ser político”, resumiu, logo após o Senado salvar o pescoço de Aécio. 

Para o tucano, seus correligionários reproduzem o comportamento político que apedrejavam até outro dia. “Estamos fazendo exatamente aquilo que o PT fazia e nós condenávamos. Estou fora”, concluiu. 

O comportamento do Senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), diverge de outro tucano o Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) que votou favoravelmente ao colega Aécio Neves. 

Da Redação

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.