Header Ads

Temer deixa hospital militar em Brasília após 7 horas de internação: 'Estou inteiro'

Presidente teve mal-estar enquanto despachava no Palácio do Planalto. 

 Temer deixa hospital em Brasília (Foto: Eraldo Peres/AP)
Diagnosticado com obstrução urológica, o presidente Michel Temer deixou na noite desta quarta-feira (25) o Hospital do Exército, em Brasília, sete horas após a internação.

Ao deixar o hospital, ao lado da primeira-dama Marcela, Temer disse aos jornalistas: "Estou inteiro". O presidente também fez um sinal de positivo (veja na foto abaixo). De acordo com a assessoria, Temer seguiu para o Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-presidência.

No Twitter, o presidente também escreveu: "Boa noite! Hoje tive um desconforto e fui submetido a uma série de exames. Estou bem. A orientação médica foi p/ que eu fique em repouso pelos próximos dias. Agradeço a todos que enviaram mensagens preocupados com minha saúde."

Apesar da recomendação médica, a agenda do presidente tem compromissos previstos na tarde desta quinta-feira - uma audiência com um deputado e uma cerimônia no Planalto.

Mal-estar

Mais cedo, nesta quarta, Temer sofreu mal-estar enquanto despachava do gabinete dele no Palácio do Planalto.

A informação sobre o mal-estar do presidente foi antecipada pela colunista do G1 Andréia Sadi.

Segundo a Presidência, Temer teve um "desconforto" no fim da manhã e foi consultado, primeiro, no departamento médico do Planalto.

Na ocasião, o médico que atendeu o presidente constatou obstrução urológica e orientou Temer a ir para o hospital.

Por volta das 16h, o Planalto informou que Temer havia sido submetido a uma sondagem vesical de alívio por vídeo e passava bem.

Do G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.