Header Ads

Temer diz que Rodrigo Maia é ‘colaborador extraordinário’ do governo

Declaração foi feita dias antes do início da votação da 2ª denúncia

O presidente Michel Temer afirmou neste sábado (21) em Miranda, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, que possui uma relação de “muito respeito institucional” com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Michel Temer e o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (Foto: Da Net)
“Você sabe que o Rodrigo Maia exerce suas funções com grande propriedade, baseado na Constituição e no regimento interno Câmara dos Deputados. É um verdadeiro magistrado em todas as questões, pelo menos algumas de natureza política”, declarou ele.

Temer acrescentou que, nas questões que dizem interesse ao país, Rodrigo Maia tem sido um “colaborador extraordinário” do seu governo.

“Não há um ato qualquer que seja prejudicial ao governo. Ao contrário, em todos momentos ele age para fazer aprovar aquelas matérias que apresentamos e que são de interesse do país, é um homem vocacionado para a vida pública”, acrescento o presidente da República.

Os elogios de Temer ao presidente da Câmara dos Deputados acontecem após rusgas entre eles, e antes da votação da segunda denúncia feita contra o peemedebista pela Procuradoria Geral da República (PGR). A votação está prevista para o próximo dia 25.

Atritos

Recentemente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, divulgou nota na qual acusou o Palácio do Planalto de disseminar uma “falsa versão” de que ele e Michel Temer se reuniram na última quarta-feira (18) para discutir o rito da denúncia contra o presidente da República.

“Essa versão é falsa, e quem a divulgou deve vir a público dizer por que o fez e com qual intenção”, afirmou ele na ocasião. Segundo Rodrigo Maia, a divulgação da nota “se faz necessária porque o autor da falsa versão disseminada pelo Palácio do Planalto precisa repor a verdade dos fatos”.

Antes disso, a divulgação dos vídeos de depoimentos prestados pelo operador financeiro Lúcio Funaro – gravados no acordo de delação premiada – já tinham aumentado a tensão entre ambos.

O presidente da Câmara disse no último domingo (15), ao blog da jornalista Andréia Sadi, estar “perplexo” com as acusações do advogado do presidente Michel Temer de que a divulgação dos vídeos do operador financeiro Lucio Funaro no site da Câmara dos Deputados se tratou de um “criminoso vazamento”.

No sábado (14), Eduardo Carnelós divulgou uma nota na qual apontava um “criminoso vazamento” dos vídeos com depoimentos à Procuradoria Geral da República. O material, porém, estava disponível no site oficial da Câmara desde o mês passado.

“Da minha parte, uma perplexidade muito grande ver o advogado do presidente da República, depois de tudo que fiz pelo presidente, da agenda que construí com ele, de toda defesa que fiz na primeira denúncia, ser tratado de forma absurda e – vamos chamar assim – sem nenhum tipo de prova, de criminoso”, disse Maia ao blog.

Do G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.