Header Ads

ADUEPB diz que aluna militar ‘abusou de poder’ em conflito com professora

Confusão aconteceu na terça-feira, no campus de Guarabira, quando aluna foi impedida de fazer uma prova

Jéssica é aluna do Curso de Direito (Foto: Da Net)
Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) classificaram como “abuso de autoridade” a atitude de uma aluna militar que teve acesso negado a uma prova do curso de Direito no campus de Guarabira, na terça-feira (31). “A aluna saiu da sala de aula e voltou com uma guarnição policial para intimidar a professora”, alega nota divulgada pela associação que representa os docentes.

WhatsApp de Fata a Fato - 99365-1823

“A assembleia dos professores da UEPB entende que a iniciativa dos agentes policiais configura atentado à autonomia universitária e busca transformar uma decisão de uma professora que tem autonomia didático-pedagógica em um fato policial”, diz nota oficial da ADUEPB.

O comunicado diz ainda que “o responsável pelas decisões em sala de aula é o professor, cabendo, quando necessário, recursos as instâncias da universidade”

“Assim, os professores repudiam a tentativa de integrantes da Polícia Militar de, primeiramente , impedir a livre expressão de ideias e pensamentos e, posteriormente, de buscar  transformar questões acadêmicas e pedagógicas em um caso policial”, finaliza a nota. 

Do Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.