Header Ads

Aliados se irritam com Bandeira após treino do Sport no Ninho do Urubu

Internamente houve questionamentos por parte de dirigentes e apoiadores do presidente do Flamengo. Em nota, Bandeira minimizou presença de equipe pernambucana no CT rubro-negro

Treino do Sport-PE no Ninho do Urubu irritou dirigentes do Flamengo (Foto: G1)
Mais do que causar irritação na torcida, o treino do Sport nas dependências do Flamengo, nesta sexta-feira, ajudou a aumentar a turbulência interna no clube neste fim de ano. A equipe pernambucana e o Rubro-Negro têm relação pouco amistosa por conta de toda a polêmica envolvendo o título brasileiro de 1987. E o uso do Ninho do Urubu irritou boa parte dos aliados do presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Grupo político que ajudou a eleger e base da gestão Bandeira, a SóFla ''manifestou publicamente seu repudio com o uso do CT por parte do Sport. Pediu apuração dos fatos nas redes sociais e fez o mesmo internamente, com cobranças. Já havia um questionamento recente por mudanças e mais ingerência de outros dirigentes nas decisões. Dependendo dos acontecimentos até 2018, um rompimento por parte de alguns vice-presidentes não é descartado.

A um ano da eleição de 2018, Bandeira perdeu aliados e cabeças importantes de sua cúpula. Ex-vice de administração e um dos principais nomes da gestão que assumiu em 2013, Rafael Strauch deixou o cargo no começo do mês por compromissos particulares.
Considerado aliado e de importância política nos últimos anos, ele foi outro nome que repudiou o incidente do Ninho do Urubu e classificou o Sport como ''escória''.

O que disse o presidente:

Após a repercussão negativa do treino do Sport no Ninho do Urubu, Eduardo Bandeira de Mello minimizou o caso e disse que a ''cortesia'' com o clube rival não altera a sua visão diante da polêmica do título de 1987. O presidente autorizou o trabalho dos time de Pernambuco nas dependências do Flamengo. Confira abaixo:

"O fato de o Flamengo manter relações esportivas e profissionais com o Sport Recife, o que implica na cessão eventual de camarotes, centros de treinamento e em transações comerciais envolvendo atletas, não significa em hipótese alguma qualquer mudança de posição em relação ao campeonato brasileiro de 1987, conquistado brilhantemente no campo pelo Flamengo.

Como já deixei claro em diversas oportunidades, entendo que a reivindicação do título pelo Sport é uma manifestação saudável do bom humor pernambucano, semelhante à que afirma que o Oceano Atlântico é formado pelo encontro das águas do Capibaribe e do Beberibe.
As provocações e brincadeiras no meio do futebol devem ser encaradas com bom humor, já que as conquistas esportivas são definitivas e não admitem contestação."

Do G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.