Header Ads

Léo Gadelha diz que lutará pela união das oposições na PB

Ele disse ser a favor, com a motivação de oxigenar o poder através da alternância de governantes

Leonardo Gadelha (Foto: Da Net)
Candidato a vice-presidente da República em 2014, na chapa liderada pelo Pastor Everaldo, do PSC, o ex-deputado e atual presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo de Melo Gadelha comentou sobre a aliança que uniria as oposições para o pleito de 2018 na Paraíba. Ele disse ser a favor, com a motivação de oxigenar o poder através da alternância de governantes.

"No âmbito nacional eu sou a favor de fazermos composição com outras legendas para dar musculatura ao projeto e ter mais visibilidade, mas tem que ter afinidade ideológica e aqui na Paraíba nosso pré-candidato, Paulo Rabello de Castro estará na próxima segunda-feira (20) em Campina Grande dando uma palestra sobre desenvolvimento regional. É uma oportunidade muito rica de ouvir alguém tão inteligente e preparado. Trata-se de um dos melhores quadros, a nível intelectual que nós temos no Brasil, ainda que não se comungue com os pensamentos políticos dele. Na Paraíba, seguimos a mesma linha. Acreditamos ser possível unir todas as oposições e acreditamos no valor da democracia que é o da alternância de poder. Todas as vezes que alterna Poder, a gente o oxigena, traz quadros novos, ideias novas. O governo que aí está já deu sua contribuição e há espaço para trazer coisas novas, apresente algo diferente para a Paraíba. É possível, através da união das oposições ofertar essas novidades ao nosso povo. Vamos trabalhar arduamente para que isso aconteça e apresentar um programa realmente novo e traga uma nova face econômica para nosso Estado", destacou Leonardo.

Em 2007 Gadelha foi eleito deputado estadual na Paraíba. Filiado ao PSC desde 2009, Gadelha assumiu como suplente o mandato de deputado federal pela Paraíba em 2011.

Do PB Agora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.