Header Ads

Líder deposto da Catalunha, Carles Puigdemont, se apresenta à polícia na Bélgica

Puigdemont e ministros tiveram a prisão decretada após o Parlamento catalão aprovar o início do processo de separação e o Congresso espanhol votar pela intervenção na região

O líder deposto da Catalunha, Carles Puigdemont, se apresentou neste domingo (5) à Justiça da Bélgica. Também compareceram ao tribunal outros quatro ex-ministros da Catalunha.

Segundo a agência de notícias Efe, além de Puigdemont, Antoni Comín, Clara Ponsatí, Lluís Puig e Meritxell Serret se apresentaram às autoridades belgas acompanhados dos seus advogados. A promotoria belga, no entanto, não confirma os nomes dos políticos que se entregaram.

De acordo com o porta-voz da promotoria belga, Gilles Dejemeppe, os cinco serão ouvidos por um juíz nesta tarde.

Carles Puigdemont, presidente regional da Catalunha, em pronunciamento neste sábado (21) (Foto: Ruben Moreno/Presidency Press Service, Pool Photo via AP)
O jornal espanhol "El País" detalha que o processo envolvendo os políticos pode durar até três meses, e que o juiz responsável pelo caso terá 24 horas para tomar uma decisão se refuta a ordem de prisão espanhola, se mantém os cinco presos ou se eles poderão responder ao processo em liberdade.

Puigdemont era procurado pela polícia espanhola desde que a juíza Carmen Lamela emitiu uma ordem de prisão para ele e quatro ex-membros do governo regional na última sexta-feira (3).

Puigdemont e outros membros do governo regional da Catalunha - que foi destituído após uma ordem do governo de Madri - estavam na Bélgica, capital da União Europeia, desde a última segunda-feira (30).

No mesmo dia, ele foi acusado pelo procurador-geral da Espanha, Jose Manuel Maza, devido à tentativa de separar a Catalunha do restante da Espanha.

Do G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.