Header Ads

Robinho indica renovação com o Galo e torna retorno ao Santos improvável

Atacante é um dos desejos da gestão de Modesto Roma Júnior, que vai disputar a eleição presidencial no fim deste ano. Camisa 7 pode reduzir salário para ficar em BH

Robinho em jogo contra o Santos (Foto: Da Net)
O retorno de Robinho é um dos desejos do presidente santista, Modesto Roma Júnior, para o ano que vem. No entanto, o atual mandatário ainda disputa a eleição presidencial com outros três candidatos no fim deste ano. Antes disso, viu o Rei do Drible ficar mais distante.

Em alta no Atlético-MG, clube com o qual tem contrato até o fim deste ano, o ídolo santista indicou que já trata de sua renovação em Belo Horizonte.

- Teve uma conversa muito boa entre eu e a diretoria, com minha advogada também. Acho que a gente está aí caminhando para um bom final. Agora, é ter paciência - disse Robinho em entrevista à Rádio Itatiaia.

O atacante assinou com o Galo no início desta temporada e fez 13 jogos em 50 partidas. Com o ex-técnico Rogério Micale, ficou no banco de reservas, mas voltou a se destacar com Oswaldo de Oliveira, com quem trabalhou no Peixe em 2014. Nos últimos nove jogos, ele balançou as redes seis vezes.

Quando se transferiu para o Atlético-MG, Robinho irritou a muitos santistas, que preferiram xingamentos e vaias nas duas vezes em que o Rei do Drible pisou na Vila Belmiro como adversário (acabou derrotado em ambas).

O atacante não descarta nem mesmo reduzir seu salário para permanecer na Cidade do Galo em 2018. Quando foi contratado, a então patrocinadora do Atlético-MG, a Dry World, era responsável por uma parte de seus vencimentos, montante que foi mantido pelo clube mesmo após romper o acordo com a fornecedora de material esportivo.

Sua representante, Marisa Alija Ramos, tem outros atletas na base do Santos e mantém contato mensal com a diretoria do Santos. Porém, o Peixe nega que já tenha tratado do assunto com a advogada.

Campeão brasileiro pelo Santos em 2002 e 2004, Robinho foi vendido ao Real Madrid (ESP) em 2005 e retornou ao Alvinegro duas vezes: a primeira em 2010, quando foi campeão da Copa do Brasil, e em 2014, quando deixou o clube em junho de 2015, após ser campeão paulista.

Do LanceNet

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.