Header Ads

Sargento que atropelou e matou comerciante passou menos de 24h preso

O sargento foi preso em flagrante, ouvido pela delegada plantonista e autuado em flagrante por homicídio culposo

Sargento é acusado de homicídio (Foto: Da Net)
O sargento reformado da Polícia Militar, Luciano, autuado em flagrante por ter atropelado e matado o comerciante Marivaldo Freitas, dono do Bar da Nica, na manhã do último sábado (18) na rodovia PB-085 próximo ao sítio Nica de Pirpirituba, já está em liberdade desde o último domingo (19).

De acordo com o comandante do 4° Batalhão de Polícia Militar, coronel Gilberto Felipe, em entrevista ao repórter Pedro Júnior, da Rádio Rural de Guarabira, o alvará de soltura foi expedido ainda domingo (19) e desde então Luciano passa a responder o processo em liberdade.

O comandante ainda confirmou que o sargento, estando na reserva, irá responder administrativamente como qualquer outro policial militar da ativa.

Luciano estava embriagado, segunda os policiais que atenderam a ocorrência, conduzia uma caminhoneta cabine dupla L200, invadiu a mão contrária e acertou Marivaldo, que estava numa motocicleta com destino ao seu estabelecimento comercial. Com o impacto, a moto ficou parcialmente destruída e Marivaldo morreu na hora.

O sargento foi preso em flagrante, ouvido pela delegada plantonista e autuado em flagrante por homicídio culposo e embriaguez ao volante. Levado à carceragem do 4º BPM, Luciano foi solto no dia seguinte, antes de completar 24 horas da prisão em flagrante.

Com Portal25horas

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.