Header Ads

Trabalhadores da Energisa reprovam propostas sobre Acordo Coletivo de Trabalho

Na terça-feira (14), o Stiupb estará novamente reunindo a categoria para analisar o que for decidido um dia antes

Em assembleias realizadas nesta quinta-feira, 09, em Campina Grande, Patos, Sousa, Cajazeiras, São Bento, Itaporanga e Guarabira (com uma abstenção), trabalhadores e trabalhadoras da Energisa rejeitaram, por unanimidade, as propostas apresentadas pela empresa, durante mesa de negociação com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba – Stiupb, na tarde no último dia 08.

Trabalhadores da Energisa de várias cidades da PB reunidos em assembleia (Foto: Assessoria)
Segundo informou o presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, haverá uma nova tentativa de acordo, num novo encontro marcado para a próxima segunda-feira (13), às 14hs, na Energisa Borborema.

Na terça-feira (14), o Stiupb estará novamente reunindo a categoria para analisar o que for decidido um dia antes.

A ENERGISA APRESENTOU AS SEGUINTES PROPOSTAS

• 90% do INPC (Inflação) inclusive aplicada nas claúsulas sociais.

• R$ 1.000,00 referente ao ABONO

• 90% do INPC ( Inflação) também aplicada no Auxilio Alimentação

• Manutenção do ACT

• Manutenção da DATA Base

• Manutenção dos valores do Plano de Saúde

• Folga referente as Horas Extras na mesma proporção da hora normal.

• Em caso de acidentes de trabalho, envolvendo veículos da empresa, uma comissçao irá verificar se houve ou o DOLO, se positivo, o desconto será mensal referente ao dano, será realizado no maximo 10% do salário do empregado .

• Jornada de Trabalho: A empresa se compromete em até 120 dias formar uma comissão para verificar a proposta de flexibilização do horário referente  ao intervalo de  almoço, sendo que essa proposta não se aplica a quem trabalha em horario de reversamento ou atendimento ao público.

• Férias Fracionadas: A empresa estuda a ideia de manter a cláusula atual, que possibilita fracionar as férias em três periodos de 10 dias.

• Manutenção das demais cláususas já existentes no ACT 2016

Na negociação, Wilton Maia imediatamente se posicionou contrário a essa contraproposta da ENERGISA e ao recebê-la, informou que ENCAMINHARÁ por sua REPROVAÇÃO, contudo, tal  DECISÃO deve ser reforçada nas assembleias junto com a categoria.

Da Assessoria/Stiupb

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.