Header Ads

Cristiano Ronaldo conquista quinta Bola de Ouro e iguala Messi

Com 26 troféus em sua carreira, Cristiano Ronaldo não esconde a sua obsessão de provar ao mundo que é melhor que o argentino

Português é penta (Foto: Da Net)
O português Cristiano Ronaldo alcançou seu objetivo de igualar Lionel Messi como maior vencedor do Prêmio Bola de Ouro da Fifa. Nesta segunda-feira, em cerimonia realizada em Londres, o atacante do Real Madrid foi escolhido o melhor jogador de 2017 e chegou a sua quinta conquista do prêmio.

Messi ficou em segundo lugar na disputa, seguido pelo brasileiro Neymar. Desde 2008, apenas Messi e Cristiano Ronaldo venceram o prêmio - cinco vezes cada. Nesta edição votaram treinadores, capitães de seleções, torcedores e jornalistas. Confira como cada um votou aqui.

“Quero agradecer meus companheiros, meu time, o Real Madrid, os companheiros de seleção. Foi um ano extraordinário. São onze anos que estou aqui no palco. Talento e trabalho duro. É claro que obstinava troféus coletivos e individuais também. Esse troféu é para vocês, minha família, minha namorada, meu filho”, disse Cristiano Ronaldo em discurso.

Com 26 troféus em sua carreira, Cristiano Ronaldo não esconde a sua obsessão de provar ao mundo que é melhor que o argentino. A rivalidade entre os dois dividiu a opinião pública e levou ambos os lados até mesmo a boicotar a entrega dos prêmios da Fifa em algumas das edições. O capitão do Real Madrid, agora, quer superar Messi e, assim, encerrar a polêmica que perdurou uma década.

"Esse é um momento único na minha carreira", afirmou o português, que quebrou o gelo elogiando Messi e Neymar. "São 11 anos que estou aqui nesse palco. Era algo que eu ambicionava", disse o jogador, apontando que as suas conquistas são fruto de "talento e trabalho".

Com uma ambição da dimensão de sua técnica, o português já é o esportista mais bem pago da história. Pelos próximos quatro anos, ganhará US$ 50 milhões de sua equipe. Com a Nike, fechou um contrato vitalício que pode render US$ 1 bilhão. Sua marca é nome de aeroporto em Portugal, de redes de hotéis, estátuas e dezenas de produtos de marketing. Nas redes sociais, conta com 275 milhões de seguidores, um recorde.

Mas é em campo que ele quer marcar uma época. A caminho de completar 33 anos, Cristiano Ronaldo está também desafiando a idade. "Uma das coisas mais impressionantes é sua capacidade de se manter no topo por tanto tempo", disse o jamaicano Usain Bolt, múltiplo campeão olímpico no atletismo.

Seus assessores e observadores insistem que isso não ocorreu por acaso e que Cristiano Ronaldo focou o seu trabalho tanto na parte técnica como física. "Foram inúmeras as vezes em que vi o time inteiro de Ronaldo deixar um treinamento e ele insistir em permanecer, treinando faltas contra goleiros mais jovens ou simplesmente fazendo abdominais", contou Marcos Motta, um dos principais especialistas hoje em direito esportivo.

O prêmio deve ainda reforçar a discussão se Messi ou Cristiano Ronaldo são os melhores. Para o francês Zinedine Zidane, treinador do Real Madrid, não existem dúvidas: "Ronaldo é o melhor jogador de sua geração, de longe. Ele já demonstrou isso muitas vezes e o prêmio é merecido. Ele sempre quer provar que é o melhor e o é".

O ex-zagueiro Rio Ferdinand, um dos companheiros do português no Manchester United, acredita que Cristiano Ronaldo terminará a sua carreira como um dos três melhores da história do futebol.

Entre as mulheres, o prêmio de melhor jogadora do mundo em 2017 ficou para a holandesa Lieke Martens. Campeã da Eurocopa deste ano com o seu país, ela superou a venezuelana Deyna Castellanos e a norte-americana Carli Lloyd.

Os títulos da Liga dos Campeões, do Campeonato Espanhol, da Supercopa da Espanha e da Supercopa da Europa renderam ao Real Madrid também o prêmio de melhor técnico para a Zinedine Zidade. O francês é o primeiro a levar prêmio como treinador após ter vencido também como jogador.

Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar também integraram a equipe ideal da Fifa, que teve ainda outros dois brasileiros, Daniel Alves e Marcelo. Confira os 11 melhores de 2017: Buffon; Daniel Alves, Sergio Ramos, Bonucci, Marcelo; Modric, Kroos, Iniesta; Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar. Técnico: Zidane.

Aniversariante do dia, Pelé, que completa 77 anos, foi homenageado pela Fifa. Além disso, imagens de homenagens feitas ao técnico Abel Braga após a morte do filho também apareceram na sessão dedicada ao Faiy Play.

Confira outras premiações na cerimonia da Fifa desta segunda-feira:

Gol mais bonito: Olivier Giroud, do Arsenal

Melhor goleiro: Gianluigi Buffon, da Juventus

Melhor jogada: Lieke Martens, da Holanda

Melhor técnico (a) do futebol feminino: Sarina Wiegman, da Holanda

Faiy play: Francis Koné, jogador do Slovacko, da República Tcheca

Do Correio do Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.