Header Ads

Guerrero deixa audiência na Fifa confiante em absolvição

Defesa do atacante diz que foi provado que peruano não usou cocaína

Guerrero, após audiência na Fifa (Foto: GE)
Paolo Guerrero e os advogados dele deixaram otimistas a audiência no Tribunal Disciplinar da Fifa, em Zurique, realizada nesta quinta-feira. O atacante peruano está suspenso porque foi flagrado no exame antidoping e tenta ganhar de volta a permissão para jogar futebol, especialmente pensando em defender o Peru na Copa do Mundo.

Os advogados valorizaram o fato de que ficou provado diante da corte que, apesar da substância benzoilecgonina ter sido encontrada no organismo do jogador, não houve uso de cocaína. O arcabouço de provas contou, inclusive, com um exame do cabelo do atacante. A versão de Guerrero é que a ingestão se deu via um chá de coca, consumido antes do jogo contra a Argentina, pelas Eliminatórias.

A sessão na fria Zurique durou quatro horas. Os advogados Bichara Neto e Pedro Fida montaram a defesa do atacante. O resultado é esperado para a próxima semana.

- Nesses 30 dias me cortaram as pernas, porque não pude jogar. Primeiro é resolver isso - disse o peruano aos jornalistas que estavam na porta da Fifa.

Do Terra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.