Header Ads

Valdívia culpa ex-técnico do Chile por seleção estar fora da Copa de 2018

Sob o comando de Juan Antonio Pizzi, o Chile foi campeão da Copa América de 2016 e vice da Copa das Confederações

Valdívia (Fato a Fato)
A seleção do Chile será uma das ausências sentidas na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O meia Jorge Valdivia culpou o ex-técnico da equipe, Juan Antonio Pizzi, por deixar a seleção do Mundial, já que o Chile terminou em sexto na Eliminatória Sul-Americana e fora da zona de classificação e repescagem.

Em entrevista à rádio “BioBioChile”, o ex-camisa 10 do Palmeiras afirmou que o ex-treinador não acrescentou nada na parte técnica e muito menos tática do time chileno.

"Levando para o plano profissional, está bem. Mas pelo lado humano, está mal. Para mim, o Pizzi não deixou nada como técnico. Taticamente não deixou nada. Ele ganhou com o Chile. Ele foi muito bem na Copa América e Copa das Confederações, mas para mim, a verdade é que ele não deixou nada", disse Valdívia.

O jogador ainda chamou Pizzi de traidor por ele assumir a equipe da Arábia Saudita, que disputará a Copa do Mundo, após ser demitido do Chile.

"Para mim é uma traição (Pizzi ter trocado o Chile pela Arábia). Ele é o grande responsável por estarmos fora da Copa", afirmou.

Sob o comando de Juan Antonio Pizzi, o Chile foi campeão da Copa América de 2016 e vice da Copa das Confederações.

Do Extra Online

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.