Header Ads

'Agora quero ser candidato a presidente', diz Lula em ato

Milhares de pessoas tomaram as ruas da capital paulista para ouvir o discurso do ex-presidente

Apesar da condenação em 2ª instância, proferida na tarde desta quarta-feira, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou que pretende ser candidato à Presidência da República nas eleições gerais de outubro. Milhares de pessoas compareceram ao ato. O número oficial ainda não foi divulgado pelos organizadores.

Ex-presidente Lula, em ato público na Praça da República (Foto: Da Net)
"Eu nem precisava voltar, já estava aprovado, mas agora percebo que eles estão fazendo isso para evitar que eu seja candidato", afirmou. "Esta provocação é de tal envergadura que me deu uma coceirinha. Agora, eu quero ser candidato à Presidência da República", declarou o ex-mandatário, em ato realizado na Praça da República por movimentos populares e sindicais.

A decisão de hoje do TRF-4, reclamou o ex-presidente, foi baseada em mentiras. "Quero que peçam desculpas pela quantidade de mentiras sobre mim. Fui condenado por um apartamento que não é meu", disse Lula, que voltou a desafiar membros do Ministério Público Federal e da Justiça a apresentar provas contra ele. "Se cometi um crime, me apresentem este crime que eu desisto da candidatura. Este processo está subordinado à grande mídia", afirmou.

O ex-presidente comentou que não esperava outro resultado no julgamento do recurso que não a confirmação da condenação. "Nunca tive ilusão com a decisão do Tribunal. Houve um pacto para acabar com o PT, pois eles não suportavam a ascensão social", argumentou Lula, citando política implementadas durante a gestão petista, como o Financiamento Estudantil (Fies), Minha Casa Minha Vida e a ampliação do acesso ao crédito por bancos públicos. Lula também citou a atuação diplomática de seu governo, com aumento das relações no Mercosul e com países africanos.

O continente africano, inclusive, é o destino de sua próxima viagem, afirmou Lula. "Amanhã à noite estou embarcando para a Etiópia para debater o combate à fome."

De O Dia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.