Header Ads

Chapecoense tropeça de novo e se despede da Libertadores

Verdão do Oeste perde jogo de volta da segunda fase e vê sonho na Liberta acabar. Derrotada pelo Nacional-URU por 1 a 0, em Montevidéu, Chape é eliminada 

A Chapecoense não conseguiu avançar para a terceira fase da Libertadores, etapa que antecede a fase de grupos. O Verdão do Oeste precisava vencer por um gol de diferença para se classificar, já que na partida de ida, a equipe verde e branca perdeu por 1 a 0, na Arena Condá. O marcador, no entanto, foi favorável ao Nacional-URU, que novamente venceu por 1 a 0, dessa vez no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu. Com o resultado, a Chape foi eliminada da competição, enquanto a equipe da casa conseguiu a classificação para a próxima etapa. 

Chape tropeça novamente e está de fora da Libertadores (Foto: Da Net)
A Chapecoense começou a partida botando pressão no Nacional. Nos minutos iniciais, o Verdão do Oeste ficou com a bola nos pés e mostrou ambição. O setor ofensivo da equipe de Chapecó estava acordado, buscando o gol. Aos 5 minutos, no entanto, Santiago Romero abriu o placar para o adversário uruguaio. No primeiro ataque do Nacional, o volante apareceu como elemento surpresa, recebeu passe de Fernández e mandou para as redes. 

O time da casa, mais confiante com a vantagem, passou a controlar o jogo. Forçando pelas laterais do campo com velocidade, o Nacional manteve postura incisiva no ataque. A Chapecoense abatida, recuou. Com dificuldades na criação de jogadas, o Verdão do Oeste sofreu com a marcação pesada do time mandante. Os dois lances de perigo da Chape no primeiro tempo vieram de bolas aéreas. 

SEM EXPRESSIVIDADE

A segunda etapa ficou marcada pela queda de produção do Nacional, que cedeu espaço a Chapecoense. Fechado no campo de defesa, a equipe do Uruguai esperava para agir no contra-ataque. Apesar disso, o Verdão do Oeste não levou perigo ao gol de Conde. O time de Chapecó quase não finalizou. Parecia sem ânimo de virar o jogo. 

O nervosismo da Chape era evidente. Os erros individuais impediram que o Verdão tivesse o controle da posse de bola. Com o meio de campo praticamente anulado e a falta de eficiência no ataque, a Chapecoense não conseguiu se impor no jogo. O Nacional soube dominar o tempo final, administrando o resultado positivo. 

PRÓXIMOS JOGOS

O Nacional, do Uruguai, vai enfrentar o Banfield, da Argentina, pela terceira fase da Libertadores. O vencedor entrará no Grupo 6, composto por Santos, Estudiantes de La Plata e Real Garcilaso.

NACIONAL-URU 1 X 0 CHAPECOENSE 

Local: Estádio Gran Parque Central, Montevidéu, Uruguai
Data-Hora: 07/02/2018 - 21h45
Árbitro: Mario Diaz de Vivar, auxiliado por Eduardo Cardozo e Juan Zorilla (PAR)
Cartões amarelos: Zunino, Carlos de Pena, Álvaro González e Leandro Barcia (NAC); Apodi, Arthur, Moisés Ribeiro, Amaral (CHA) 
Gols: Santiago Romero (5'/1ºT) (1-0)

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno, Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo (Alan Ruschel), Moisés Ribeiro (Bruno Silva), Guilherme; Arthur e Wellington Paulista (Nadson). Técnico: Gilson Kleina

NACIONAL-URU: Conde; Álvaro González, Corujo, Arismendi, Fucile; Oliva, Santiago Romero, Zunino; Viúdez (Leandro Barcia), Sebastián Fernández (Bergessio), Carlos de Pena. Técnico: Alexander Medina

Do LanceNet

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.