Header Ads

Corinthians perde para São Bento e tem marca quebrada em São Paulo

Clube de Sorocaba não vencia o Corinthians na capital paulista desde 1987, quando bateu o Timão por 2 a 1, pelo Paulistão daquele ano

Jogador do São Bento comemora gol contra o Timão (Foto: Da Net)
O São Bento venceu o Corinthians por 1 a 0, nesta quarta-feira (14), no Itaquerão, pela 7ª rodada do Campeonato Paulista, e quebrou um recorde de 31 anos contra o Timão. O gol foi marcado por João Paulo, na primeira etapa.

O clube de Sorocaba não vencia o Corinthians na capital paulista desde 1987, quando bateu o Timão por 2 a 1, pelo Paulistão daquele ano.

A partida também marcou a volta do time de Fábio Carille ao Itaquerão, já que, até então, estava atuando no Pacaembu. O estádio da zona leste passava por reformas no gramado.

Com o resultado, o Corinthians segue com 12 pontos, como líder do Grupo A. O São Bento vai a 12 e fica com a segunda posição do Grupo C, atrás do Palmeiras.

O jogo

O Corinthians foi superior desde o começo da primeira etapa. Logo aos 10, após boa jogada Romero perdeu boa oportunidade para marcar e não alcançou a bola.

Nove minutos depois, Marquinhos Gabriel recebeu pela direita, cortou para o meio e chutou colocado para boa defesa de Rodrigo Viana. Aos 21, o meia corintiano tentou mais uma vez a mesma jogada, mas mandou para fora.

O Alvinegro insistia, mas quem marcou foi o São Bento. Aos 23, Lucas Crispim cobrou escanteio fechado e João Paulo desviou de cabeça, no canto, para abrir o placar.

O Corinthians seguiu no ataque, insistindo nos cruzamentos e nos chutes de longa distância, mas não superou a defesa adversária.

A etapa final teve a mesma tônica: várias tentativas corintianas, mas sem gols para os donos da casa.

Aos 44 minutos, Balbuena recebeu cruzamento na cara do gol e tentou a finalização, mas Rodrigo Viana defendeu.

Na próxima rodada do Paulistão, na segunda-feira, o Corinthians visita o Red Bull, no Moisés Lucarelli, em Campinas. O São Bento, por sua vez, recebe o Botafogo-SP, no domingo, em Sorocaba.

Por Guilherme Padin, do R7

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.