Header Ads

Douglas Costa diz que Grêmio 'jogou para não ganhar' contra o Flamengo em 2009

Clube enfrentou o Rubro-Negro, que disputava diretamente o título brasileiro com o rival Internacional

Douglas Costa (Foto: O Dia)
O Campeonato Brasileiro de 2009 entrou para a história do Flamengo com o título depois de uma arrancada histórica liderada por Adriano Imperador e Petkovic. Na época do jogo, muito se falava sobre um possível 'corpo mole' dos jogadores do Grêmio, pois o eterno rival Internacional disputava ponto a ponto com o Rubro-Negro naquele ano. Douglas Costa, atualmente jogador da Juventus e da seleção brasileira, estava em campo naquele jogo e comentou sobre a situação complicada em que os jogadores do Tricolor Gaúcho estavam.

"A gente foi com o time reserva, a gente jogou e nos primeiros 45 minutos a gente fez um gol e terminou 1 a 1 o primeiro tempo. No intervalo, chegou a notícia que o Inter tava sendo campeão com aquele resultado. A gente trocou umas peças dentro de campo, mas imagina a gente com o time reserva vence o melhor time do Brasil naquele ano que era o Flamengo e dando o título pro Inter ainda? Como que ia ficar? Como ia ficar eu com o meu Tricolor? Ia ficar manchada. Eu dava umas pedaladas pra cá outras pra lá, mas tudo longe do gol. Não dava... é um jogo difícil de entrar em campo. Não podia entregar porque fica feio, mas tem que jogar pra não ganhar. No final deu tudo certo né? 2 a 1 Flamengo, todo mundo comemorou, tudo certo", disse Douglas Costa em entrevista ao canal do Youtube 'Pilhado'.

Ao ser questionado por Thiago Asmar, apresentador do canal, se algum dirigente tinha ido ao vestiário para falar com os jogadores, sobre a situação do Internacional sendo campeão, Douglas Costa foi sincero e admitiu a presença de pessoas da diretoria gremista.

"É normal dirigente visitar vestiário, ainda mais num jogo com essa importância, Flamengo tava buscando o título, Maraca lotado. O dirigente falou pra gente que nós podíamos fazer o que a gente quisesse, que a responsabilidade era nossa. Ele falou que se a gente ganhasse a gente ia descer na pista do aeroporto, porque senão a gente não iria sair do aeroporto, a torcida do Grêmio ia querer matar a gente. Ia ser uma coisa que ia ficar manchada na história do Grêmio né? O Grêmio deu o título pro Inter. Ainda bem que não aconteceu. Não tinha como ganhar do Flamengo ali, se a gente ganha do Flamengo ali... tava morto".

De O Dia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.