Header Ads

Governador diz que número sobre vazamento de soda cáustica é mentiroso

O incidente aconteceu na última sexta-feira, 9, quando o produto vazou de um tanque cilíndrico adquirido há pouco menos de cinco anos

Ricardo Coutinho (Foto: Da Net)
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), foi contundente nesta sexta-feira, 16, ao comentar os efeitos do vazamento de soda cáustica no rio Gramame. Ele disse que o número divulgado inicialmente, de 40 mil litros do produto, não corresponde à realidade e seria "mentiroso". Ricardo também apontou um interesse político no assunto e chegou a dizer que a prefeitura de João Pessoa não tomou qualquer providência que não fosse interditar o acesso ao local para conter o desabamento da Barreira do Cabo Branco.

"Isso é mentira! Houve 10% disso. Não há resquício de alcalinidade ou acidez hoje no Rio Gramame. Os testes mostram isso e a própria Cagepa sob minha determinação já abriu processo para apurar a responsabilidade. O que o Ministério Público Federal vai fazer é bom tamanho, é excelente, mas é trabalhar com a verdade. A Cagepa está tomando as providências para saber quem tem a responsabilidade... se é a empresa que vendeu o produto e tudo será investigado, mas alguns querem transformar isso em bandeira [política]. Não há nem espaço para isso. Uma cidade que não cuida da Barreira do Cabo Branco, que está caindo a cada dia e que vai cair ainda mais e a única providência que faz é interromper o tráfego para que as pessoas não subam e vejam?", indagou Ricardo Coutinho.

O incidente aconteceu na última sexta-feira, 9, quando o produto vazou de um tanque cilíndrico adquirido há pouco menos de cinco anos. 

Do ParlamentoPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.