Header Ads

Jornalzinho da Festa da Luz circula há 19 anos; "O Sarcástico" é um dos mais tradicionais

Raminho Taliban promete edição especial de “O Sarcástico” no próximo ano para comemorar 20 anos

Jornalzinho produzido por Raminho Taliban (Foto: Da Net)
O tradicional “jornalzinho da Festa da Luz” há 19 anos circula no meio do povo que frequenta o evento, considerado o de maior expressão cultural do interior da Paraíba. O “Sarcástico”, produzido por Severino Tomaz (Raminho Taliban), é um desses informativos.

Tudo começou em 1919 e os nomes variavam, de acordo com a sagacidade de seus editores. “Jornal das Moças”, “Vendaval”, “Apolo 12”, “O Cabrito” e o “O Chicote”. Esses eram as denominações dadas ao tradicional jornalzinho da Festa da Luz, há 19 anos.

No próximo ano, a publicação, que faz piada e zomba com os personagens da sociedade guarabirense, completará 20 anos. O próprio Raminho Taliban faz parte dessa história, inclusive sendo (anos atrás) processado por quem se achou achincalhado pelas anedotas de “O Sarcástico”.

Esse ano, o jornalzinho editado por Severino Tomaz (agitador cultural), começou a circular no último dia 30 de janeiro. Hoje (1-2) é a última noite de circulação, mas quem quiser conseguir um exemplar, é só procurar Raminho após o evento.

No próximo ano, Raminho promete uma edição especial, para comemorar os 20 anos de existência do “jornalzinho da Festa da Luz”. Além de Severino Tomaz, quem persiste com tais publicações é Digenilson (Nil) Bezerra. Num passado bem recente, os poetas Josa Nascimento e Antonio Fernandes (Cabo Bento), ambos falecidos, também publicavam esses jornais.

Exemplares de jornais publicados na Festa da Luz em épocas passadas (Foto: Raminho Taliban)
Da Redação/Fato a Fato

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.