Header Ads

Poderia ter sido pior: Botafogo fica no 0 a 0, não foge de clássico, mas passa

Alvinegro joga mal, pouco ameaça o Madureira e é vaiado em noite de péssimo futebol no Niltão. Alvinegro terá a desvantagem na semifinal. Kieza estreia, mas não empolga

Botafogo empata com Madureira (Foto: LanceNet)
Com um futebol sofrível e de se esquecer, o Botafogo ficou no 0 a 0 com o Madureira, no Nilton Santos. Para piorar o cenário, o Alvinegro, que encerrou esta fase da Taça GB com nove pontos e três empates, terá um clássico logo nas semifinais. O Glorioso vai pegar o Flamengo, ainda sem data definida, mas com vantagem do empate para o rival. Dos males, o menor: a vaga veio. A partida marcou ainda a estreia de Kieza pelo Botafogo e novas vaias da torcida.

ZZzZZzZZ
A partida deu sono para os torcedores. Para se ter uma ideia, no primeiro tempo, o Botafogo só construiu uma boa jogada aos 39, quando Valencia recebeu na direita, bateu direto e quase surpreendeu o goleiro Douglas, que defendeu. O chileno teve ainda outros três bons lances na segunda etapa, mas esteve longe de empolgar. Como o time estava mal, ele pareceu que foi bem, mas manteve o padrão de jogo. O Madureira, pior time do Carioca, entrou em campo já eliminado e pouco fez. Não à toa, o placar foi este.

Troca de posições
Valencia não foi o único a aparecer em outras regiões do campo. O trio formado por ele, Pimpão e Luiz Fernando mudou bastante de posicionamento ao longo da partida. 

Jefferson
Foi a primeira partida do ídolo após anunciar que irá se aposentar no final deste ano. Não foi exigido com grandes defesas, mas cometeu um pênalti no fim, ignorado pela arbitragem. Com 441 jogos, está a um de igualar Manga, outro arqueiro histórico, como o terceiro jogador que mais defendeu o clube. Nilton Santos (721) e Garrincha (612) lideram. 

Capitão boladão

​Por falar no goleiro, ele deu algumas broncas durante o jogo. Foram vários recuos para Jefferson, que não tinha opções dava chutão.

Kieza

​Aos 25 do segundo tempo, a expectativa chegou ao fim: Kieza estreou. Ele substituiu Brenner, mas não foi noite do Glorioso e ele esteve longe de empolgar. Quem entrou antes dele foi Dudu Cearense, no intervalo, na vaga de M.Fernandes, que saiu machucado. O volante teve a melhor chance do jogo, ao cabecear na trave a cinco minutos para o término.

Com atraso, mas seu desejo é uma ordem
Demorou, mas o torcedor do Botafogo viu o seu pedido ser atendido pelo treinador Felipe Conceição. Os alvinegros gritaram o nome de Renatinho por todo o segundo tempo e ele entrou aos 39.

Toma lá, dá cá
Desafeto da torcida do Botafogo, o atacante Souza Caveirão, do Madureira, foi vaiado pelos alvinegros ao ser substituído. E ele respondeu fazendo o gesto do chororô, uma provocação que o camisa 9 fazia ao marcar contra o Glorioso, quando defendia o Flamengo. 

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0  MADUREIRA

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 03/2/2018 - 19h
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira (RJ) e Thiago Gomes Magalhães (RJ)
Público/renda: 4.136 presentes/ R$ 68.730
Cartões amarelos: Valencia (BOT); William (MAD)
Cartões vermelhos: - 
Gols: -

BOTAFOGO: Jefferson; Arnaldo, Igor Rabello, Marcelo e Gilson;  Matheus Fernandes (Dudu Cearense- Int) João Paulo e Leo Valencia(Renatinho, 37'/2ºT) Luiz Fernando, Rodrigo Pimpão e Brenner (Kieza, 25/2ºT)  Téc: Felipe Conceição
MADUREIRA: Douglas; Fillipe Formiga, João Carlos, Edmário e Renan; Thiago Medeiros, William, Douglas Lima (Keven, 18'/2ºT) e Luciano Naninho (Rezende, 44'/2ºT), Ygor Catatau e Souza (João Carlos, 41'/2ºT)  Técnico: Djair

Do LanceNet

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.