Header Ads

Corpo de Nelma Figueiredo é sepultado em João Pessoa

Amigos e familiares prestaram homenagens à profissional que construiu uma carreira por 30 anos, com experiência em quase todas as emissoras de TV de João Pessoa

O corpo da jornalista Nelma Figueiredo foi sepultado às 11h deste sábado (31), no cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa. Ela morreu nessa sexta-feira (30), vítima de um câncer no pulmão, aos 53 anos.

Amigos, jornalistas e autoridades se despediram de Nelma Figueiredo (Foto: Portal Correio)
Autoridades políticas também estiveram no sepultamento. “Nelma se dedicou a fazer o bom jornalismo, com muita seriedade, com olhar atento de uma cidadã inquieta e que sempre exigiu muito a mudança. Também não consigo esconder a confiança que ela sempre teve na trajetória do poeta Ronaldo Cunha Lima. Represento o poeta e uma homenagem final. Que Deus a receba em paz”, disse o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB).

O deputado estadual Raoni Mendes (DEM) também esteve no sepultamento. “Nelma era uma pessoa carismática, que deixou amigos; uma pessoa justa, coerente, que deixa moral para quem fica; uma história construída, um legado inegável. Ela foi da TV ao rádio de forma rápida e sensitiva e conseguiu contribuir de forma decisiva para a Paraíba com sua forma de comunicar”.

Nelma Figueiredo tinha mais de 30 anos no jornalismo paraibano, com passagens pelas TVs Correio, O Norte, Cabo Branco e Tambaú, além de 28 anos de assessoria no Detran. Ela deixa dois filhos e uma neta.

Do Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.