Header Ads

Protesto contra prisão de Lula fecha BRs 230 e 101; mulher é baleada na PB

Integrante do MST foi baleada em um dos bloqueios por motorista de carro, diz MST

Protestos na BR-230 (Foto: G1PB)
Dois pontos de bloqueio nas rodovias BR-230 e BR-101 foram identificados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no início da manhã desta sexta-feira (6). As interdições são parte da mobilização de manifestantes contrários a prisão do ex-presidente Lula. Os bloqueios começaram por volta das 6h nas duas rodovias e, às 14h, estavam liberados, de acordo com a PRF. Nem os organizadores das interdições, nem a polícia informou estimativa de pessoas nos atos.

Segundo o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), uma mulher de 35 anos foi baleada em um dos bloqueios na BR-101. Conforme informações do MST, um homem passou em um veículo, furou o bloqueio da BR-101 e atirou contra as pessoas que participavam da manifestação.

Um dos tiros atingiu Lindinalva Pereira de Lima Filha, que foi socorrida e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. A assessoria do hospital confirmou que a mulher de 35 anos deu entrada no hospital às 9h36, vítima de um tiro na perna, mas o estado de saúde não tinha sido informado até as 10h45.

O pai da vítima, Antônio Bastista Lima, relatou que os tiros foram disparados de um carro que furou o bloqueio no sentido contrário.

"A gente vive em um assentamento em Pedras de Fogo. Eu vi só quando eles passaram no sentido para João Pessoa e um desses homens atirou. O tiro pegou perto do joelho da minha menina e a gente veio trazer ela para o hospital com um amigo", explicou o pai da vítima.

De acordo com a PRF, um ponto de interdição foi na BR-230 no km 52, na cidade de Cruz do Espírito Santo, e o segundo ponto ficou localizado na BR-101, no km 110, na cidade de Alhandra. Os dois bloqueios nas rodovias federais ficam na Região Metropolitana de João Pessoa.

Do G1PB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.