Header Ads

CPI deve apurar gastos de mais de R$ 1,3 mi na Granja Santana

Os deputados da bancada de oposição devem se reunir, ainda esta semana, para discutir os gastos realizados pelo Governo do Estado na aquisição de alimentos e material de limpeza para a Granja Santana

Governador Ricardo Coutinho (Foto: Da Net)
O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) está coletando assinaturas para dar entrada no pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para apurar os gastos excessivos na Granja Santana, residência oficial do governador. Dados do Sagres, publicados na edição de ontem do Correio da Paraíba, mostram que, num período de 13 meses, as despesas com feira e materiais para manutenção do espaço físico ultrapassaram R$ 1,3 milhão.

“Maior parte desse valor é com alimentação e serve para custear o luxuoso dia a dia do governador, familiares e convidados. Em um Estado pobre, onde muitas pessoas têm dificuldades de fazer uma única refeição por dia, não se justifica um gasto absurdo com dinheiro público. Existem fortes indícios de improbidade administrativa e até desvio de valores. A Casa de Epitácio Pessoa, como representante do povo, não pode deixar de ouvir a população e de apurar todo e qualquer indício de irregularidade” comentou.

Tovar afirma que não é mais possível que um governador que se diz socialista tenha uma vida de luxos enquanto os paraibanos têm que sobreviver com os aumentos abusivos de impostos e os servidores sem qualquer remuneração salarial. “O pai de família não aguenta mais ter dificuldade para alimentar seus filhos, enquanto o governador torra o dinheiro público com banquetes. Por isso precisamos investigar os gastos que ultrapassam os limites do bom senso”, disse o deputado.

Em uma única nota de empenho registrado no Sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), é possível verificar que o Estado desembolsou mais de R$ 38 mil para compra de carnes e mais de R$ 45 mil mapa mercearia. “Não se justifica manter um espaço para luxo tão grande de uma única pessoa. É preciso que os deputados se unam nessa investigação. Não é possível um gasto desse enquanto o povo sofre com a falta de necessidades básicas como saúde, educação e segurança”, destacou.

Oposição vai reunir bancada

Os deputados da bancada de oposição devem se reunir, ainda esta semana, para discutir os gastos realizados pelo Governo do Estado na aquisição de alimentos e material de limpeza para a Granja Santana, residência oficial do governador, nos últimos meses. Foi o que garantiu o líder da oposição na Casa, Bruno Cunha Lima (PSDB).

O oposicionista classificou como contrassenso o fato de o governador impor ao funcionalismo um arrocho salarial e cobrar elevados impostos, e ao mesmo tempo realizar gastos exorbitantes para a manutenção de sua residência oficial em João Pessoa.

Ele disse que a bancada vai se reunir nos próximos dias para discutir quais medidas deve adotar em relação ao assunto. “Vamos nos reunir e estudar de forma conjunta quais medidas poderemos ter sobre essa questão”, afirmou.

Para o parlamentar, o espaço que hoje é ocupado pelo residência do governador deveria abrigar, por exemplo, um centro especializado para o tratamento da pessoa com deficiência. “Teríamos um equipamento que traria um retorno considerável, atendendo a todos sem distinção, já que no nosso estado não dispomos de um centro como esse”, arrematou.

Por André Gomes e Adriana Rodrigues, Jornal Correio da Paraíba

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.