Header Ads

Eliza decide não assumir ALPB e descarta retaliação a Marmuthe

Com a decisão, Eliza acaba frustrando os planos do primeiro suplente Marmuthe Cavalcanti de assumir uma cadeira na Câmara de João Pessoa

Vereadora Eliza Virgínia (Foto: Portal Correio)
A vereadora Eliza Virgínia (PP) decidiu não assumir a titularidade na Assembleia Legislativa (ALPB) após o deputado Antônio Mineral (PSB) protocolar licença de 123 dias na Casa nessa segunda-feira (25). A parlamentar é 1ª suplente e estava no exercício do mandato como deputada até o início do mês de abril.

Com a decisão, Eliza acaba frustrando os planos do primeiro suplente Marmuthe Cavalcanti de assumir uma cadeira na Câmara de João Pessoa. Marmuthe, inclusive, chegou a anunciar que iria pedir o mandato de Eliza na Justiça após ela ter mudado de partido.

Ao justificar sua decisão, Eliza disse que preferiu manter o foco do mandato na Câmara ao ter que passar apenas dois ou três meses na Assembleia, já que a Casa está de recesso.

Questionada se sua decisão seria uma espécie de retaliação a Marmuthe, Eliza disse perdoar o ex-colega de Câmara e negou qualquer possibilidade neste sentido. “De jeito algum. Eu já o perdoei, inclusive. Não vou trocar a tranquilidade do meu mandato na Câmara por dois ou três meses como deputada”, afirmou.

Com a desistência de Eliza, quem deve assumir o mandato na Assembleia é o próximo suplente da coligação, Aníbal Marcolino.

Do Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.