Header Ads

Lukaku marca duas vezes, e Bélgica goleia Costa Rica na despedida rumo à Copa

Centroavante brilha no último jogo dos Red Devils antes da estreia no Mundial da Rússia; do outro lado, adversária do Brasil no Grupo E dá pouco trabalho

Bélgica vence Costa Rica (Foto: GE)
No último ensaio para a Copa do Mundo, a Bélgica mostrou que terá condições de ir longe na Rússia. A seleção treinada por Roberto Martínez se despediu do torcedor belga com goleada por 4 a 1 sobre a Costa Rica, nesta segunda-feira, em Bruxelas – o amistoso foi realizado no estádio Heysel. A equipe ainda se deu ao luxo de perder uma chance atrás da outra, principalmente no segundo tempo, mas marcou com Mertens, Lukaku (duas vezes) e Batshuayi. Bryan Ruíz abriu o placar para os costarriquenhos, que sofreram a virada e mostraram que não devem dar tanto trabalho assim ao Brasil, adversário do próximo dia 22, às 9h (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo E da Copa.

Romelu Lukaku vai chegar com moral à Rússia. Além dos dois gols marcados, mostrou que não é fominha e deu bela assistência para Batshuayi fechar a goleada. O centroavante belga foi decisivo nas duas principais chances que teve – fez um gol de cabeça, e o outro com o pé direito, mostrando que tem repertório para brilhar. Ainda mais se Hazard, Mertens e De Bruyne fizeram jogos inspirados na Copa do Mundo.

O início da Bélgica foi morno, até para não forçar os principais jogadores às vésperas da estreia na Copa. Por isso, a Costa Rica não se trancou na defesa e tentou sair dela com qualidade, em rápidas trocas de passes. Numa delas, Vertonghen afastou mal o cruzamento, e Bryan Ruiz, de primeira, chutou sem chances para Courtois, aos 23 minutos. Não chegou a ser um problema para os belgas, que acordaram no jogo e passaram a comandar todas as ações. Os gols foram saindo naturalmente – Mertens empatou aos 30, após passe de Hazard, e Lukaku, sozinho na área, virou o jogo aos 41. Poderia ter sido pior para a Costa Rica: o goleiro Keylor Navas, do Real Madrid, fez pelo menos duas grandes defesas.

O sofrimento de Navas só aumentou. Ainda que o goleiro tenha tido noite inspirada em Bruxelas, não houve como evitar mais dois gols belgas – Lukaku, de novo, aos 5 minutos, e Batshuayi, aos 20, com assistência do centroavante. Foram nada menos que 21 finalizações da Bélgica, contra duas da Costa Rica, de acordo com dados da emissora britânica BBC. Com a goleada consumada, o técnico Roberto Martínez tirou seus principais jogadores de campo. A única preocupação foi com Hazard, que sentiu dores após entrada de Acosta e deu lugar a Dembelé.

Bélgica estreia na próxima segunda-feira, contra o Panamá, às 12h (de Brasília), em Sochi. A Costa Rica, por sua vez, joga no domingo, contra a Sérvia, às 9h, em Samara. 

Do Globo Esporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.