Header Ads

Vereador quer mais prazo para resolução do problema do Pronto Socorro de Fraturas de GBA

Marcelo Bandeira pede envolvimento de toda sociedade para que àquela unidade de atendimento não feche as portas

Vereador Marcelo Bandeira (Foto: Portal Mídia)
O vereador Marcelo Bandeira (PSB) defendeu, durante Sessão Especial realizada nesta terça-feira (12) na Câmara Municipal, a elasticidade do prazo de 45 dias, estabelecido pelo Ministério Público, para que o Pronto Socorro de Fraturas de Guarabira resolva questões burocráticas e no que tange ao atendimento de pacientes.

O parlamentar socialista vai integrar comissão, composta de vereadores das três bancadas, a direção do Pronto Socorro e o representante da Prefeitura de Guarabira, que se reunirá com a responsável pelo Ministério Público local, na tentativa de equacionar, de uma vez por toda, os problemas que afetam àquela unidade de atendimento de traumatologia e urgência.

Marcelo Bandeira propôs, além da força conjunta do Legislativo e do Executivo municipais, a entrega de uma cópia da ata da Sessão Especial à representante do Ministério Público, para que a mesma tenha conhecimento detalhado do que foi discutido e deferido na Sessão Especial em torno dos problemas do Pronto Socorro de Fraturas de Guarabira.

O futuro presidente da Câmara Municipal a partir de janeiro de 2019 é um dos que defende maior atendimento da população no Pronto Socorro de Fraturas de Guarabira, mas para isso, segundo Bandeira, é preciso que a Prefeitura Municipal disponibilize mais recursos e o SUS aumente o valor das consultas.

- A Câmara de Vereadores está fazendo a sua parte. Debatendo e buscando soluções para que àquela unidade de atendimento não feche as portas. É preciso também que a administração haja da mesma forma e o Ministério Público seja mais flexível – acrescentou Marcelo Bandeira.

A Sessão Especial desta terça-feira (12) contou com as presenças dos vereadores, do diretor do Pronto Socorro de Fraturas de Guarabira, médico Temístocles Filho e do secretário de Saúde do município, Wellington Oliveira.

Da Redação/Fato a Fato

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.