Header Ads

Ex-vereador e mais 4 são presos suspeitos de corrupção e fraude

Um ex-candidato a prefeito de Araçoiaba, também na Região Metropolitana do Recife. Operação Chaminé cumpre dez mandados de busca e apreensão domiciliar nesta sexta (10)

Acusados foram presos pela polícia (Foto: Da Net)
Cinco suspeitos de integrar uma organização criminosa que atua na Câmara Municipal de Paulista, na Região Metropolitana do Recife, foram presos nesta sexta-feira (10) na Operação Chaminé. Entre eles, estão um ex-vereador de Paulista, uma funcionária da Câmara da cidade e um ex-candidato a prefeito de Araçoiaba, município também localizado no Grande Recife.

O grupo é suspeito de praticar crimes de corrupção (ativa e passiva), fraude em licitação, lavagem de capital e peculato, além de associação criminosa. Além dos cinco mandados de prisão, a operação cumpre dez de busca e apreensão domiciliar, todos expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Paulista. Os mandados foram cumpridos em Paulista, Araçoiaba, Igarassu e Jaboatão dos Guararapes.

A investigação começou em abril deste ano. Inicialmente, a Polícia Civil suspeitava de fraudes em quatro contratos, no valor de R$ 700 mil. Com o aprofundamento das investigações, a corporação acredita que as fraudes possam chegar até R$ 5 milhões.

“Alguns serviços para serem realizados na Câmara de Vereadores [de Paulista], como reforma e melhorias no prédio, eram contratados através de uma empresa de fachada, uma loja pequena de água mineral, que fraudava juntamente com algumas pessoas da Câmara, fazendo todo o desvio de verba”, afirmou o delegado Sérgio Ricardo, diretor integrado metropolitano.

As pessoas presas e os materiais apreendidos — como pen-drives, computadores, arquivos, pastas e documentos de licitações — foram levados para o prédio-sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife.

Ao todo, 70 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, participam da Operação Chaminé, que é a 32ª operação de repressão qualificada do ano, de acordo com a Polícia Civil. A corporação informou que os detalhes da investigação serão divulgados em uma coletiva de imprensa na manhã da segunda-feira (13).

Do Wscom
Publicada em 10/08/18, às 15h15

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.