Header Ads

ÁUDIO! Irmã de RC ameaça pessoas empregadas por ela para participarem de "caminhadas"

“Ninguém pense que eu esqueço nada”, diz Sandra Coutinho num trechos do áudio

Sandra e Ricardo Coutinho (Foto: Blog Helder Moura)
O jogo é pesado. Pelo menos a julgar pelos áudios que, nas últimas horas, viralizaram em redes sociais, atribuídos a Sandra Coutinho, irmã do governador Ricardo Coutinho. Nos áudios, Sandra ameaça pessoas que ela teria empregado, com a possibilidade de serem demitidas, por não estarem se envolvendo nas “caminhadas de campanha”.

O áudio traz vários trechos de declarações, com o mesmo teor, lamentando ingratidão daqueles que foram por ela empregados e que não estariam correspondendo, além da ameaça velada de serem demitidos após a campanha: “Lembrando que ninguém é obrigado, não (ir paras as caminhadas). Assim como eu não serei obrigada a ter honra com ninguém que não tem honra comigo. Meu compromisso será zero!”

Noutro trechos, Sandra admite ter criado uma relação daqueles empregados por ela e que participam das caminhadas, para acompanhar o engajamento na campanha. Fica a dúvida sobre como esses pessoas foram empregadas. Seriam os tais codificados? Estariam dentre aquelas empregadas quando o governador terceirizou mais de 650 escolas públicas? A esclarecer.

A disseminação dos áudios levantou a polêmica na Internet, sobre se o comportamento da irmã do governador seria lícito, dentro do atual processo eleitoral. O caso deve terminar na Justiça Eleitoral.

CONFIRA TRECHOS DOS ÁUDIOS…

– Eu sei bem quem eu coloco pra trabalhar. Ninguém pense que eu esqueço nada, porque eu tenho, na minha casa… eu tenho na minha casa todos que eu emprego, todos que, de alguma forma, devem favores. Eu é que não tenho que tá atrás. Porque as pessoas têm que se tocarem (sic) que, na hora da necessidade, quem chegou foi Sandra Coutinho…

– Lembrando que, aqui, quase uma totalidade, nós conseguimos colocar no mercado de trabalho. (…) eu duvido qual é o deputado, quem é que vai honrar com as pessoas do jeito que eu honro. Eu duvido. Eu aposto, tá entendendo?…

– Todo mundo tá: ‘tamo junto’. Mas quando eu chego na caminhada são sempre as mesmas pessoas. Nunca tem mais gente. Aí fica complicado, né?”. (…) Eu tô dizendo, tô avisando, que, a partir de hoje, eu quero pessoas desse grupo na caminhada. (…) Lembrando que ninguém é obrigado, não. Assim como eu não serei obrigada a ter honra com ninguém que não tem honra comigo. Meu compromisso será zero…

– Eu tô fazendo a relação, porque eu tô cheia de gente ingrato (sic). Eu não sou burra. Eu vou fazer que nem Ricardo: “ninguém bota papa na minha boca, não’. Quem tá junto, tá junto na hora da dor, na hora da caminhada, do suor, na hora de gastar sola de sapato…

Pelo menos até o final desta manhã (sábado, dia 29) Sandra Coutinho não havia se pronunciado.

Ouça áudio AQUI

Do Blog de Helder Moura com paraibaradioblog.com
Em 29.09.18, às 13h12

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.