Header Ads

Cartaxo abre o jogo sobre rompimento com Manoel Junior

O gestor pessoense fez um histórico da parceria com seu vice e garantiu que nunca prometeu ser candidato ao governo

Luciano Cartaxo (Foto: Portal Correio)
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), abriu o jogo sobre o rompimento com o vice Manoel Junior (PSC), que anunciou, nesta quarta-feira (5), apoio à candidatura de José Maranhão ao governo. Cartaxo afirmou que o racha teria sido motivado pelas dificuldades que Manoel tem encontrado na disputa pelo cargo de deputado federal.

“Manoel Junior passou da condição de disputar o Senado à condição de deputado federal e está encontrando resistência na sua própria base, está encontrando dificuldade na sua campanha”, falou durante entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM/Correio Sat.

O gestor pessoense fez um histórico da parceria com seu vice e garantiu que nunca prometeu ser candidato ao governo e, consequentemente, deixar Manoel Junior como prefeito da Capital.  “Em nenhum momento eu disse que disputaria a candidatura de governador. Nós vencemos essa etapa (da campanha para prefeito), e Maranhão radicalizou as críticas ao nome que estávamos construindo com consenso nos partidos de oposição”, falou.

Cartaxo lembrou que Manoel Junior ficou indeciso, após a vitória nas urnas, se assumiria o cargo ou se mantinha como deputado federal. “Quando ganhamos o vice ficou vacilando entre permanecer como deputado ou assumir a vice. Tanto é verdade que aí mesmo (no Correio Debate) ele disse que estava fazendo uma consulta para saber se ele poderia acumular os cargos. Durante meses ficou com indecisão e ele pediu minha opinião e eu fui verdadeiro e disse que: a partir do momento que você colocou seu nome e a gente ganha, seu compromisso é de assumir a prefeitura, porque ia ficar muito feio ele abandonar a condição de ser vice-prefeito”, contou.

Do Portal Correio
Em 05.09.18, às 19h32

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.