Header Ads

Professores realizam manifestação contra descaso com a classe, em Areia

A direção do Sintab informou que a categoria segue insatisfeita com o descaso da gestão

Professores protestam em Areia (Foto: PB Agora)
Os professores efetivos do município de Areia, no Brejo paraibano, fizeram um ato público neste sábado (29) em prol da humanização da educação e para debater o descaso da prefeitura com os docentes. A mobilização aconteceu na praça central de cidade.

O ato, que é organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab),  discutiu também o direito de categoria  acompanhar a reformulação do Plano de Cargos e Remuneração (PCR) dos professores, a atualização do estatuto do servidor, que está caduco, o pagamento do reajuste salarial de 6,81%, que deveria ter sido efetivado desde janeiro e do terço de férias, também em atraso, além do pagamento da primeira parcela do 13º, que deveria ter acontecido em junho, conforme a legislação.

A direção do Sintab informou que a categoria segue insatisfeita com o descaso da gestão, que além de retirar direitos, não recebe os efetivos para nenhuma negociação. "Estamos lutando pela humanização da educação e ainda pelo caso da escola Maria Emília Maracajá, já que a intenção do prefeito é de fechar a escola, ou seja, ele está fazendo tudo para que os alunos não progridam e assim ter respaldo para fechar a escola. Outro problema grave é questão dos concursados que não estão sendo convocados enquanto vários prestadores de serviço estão sendo contratados", resumiu Janaína Azevedo, diretora do Sintab-Areia.

O vice-presidente do Sintab, Giovanni Freire, reforçou mais uma vez que nenhuma conquista é garantida sem o empenho da categoria. "Mais uma vez eu destaco que quem resolve problema de trabalhador é o próprio trabalhador, quando o povo quer, não há quem possa com esta união. O prefeito não dialoga, não senta com os professores e isso é grave. A educação de Areia é esquecida e desprezada pela atual gestão", destacou.

Do PB Agora com informações do Sintab
Em 30.09.18, às 00h05

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.